Topo

Flu tem aproveitamento de luta pelo G6 com Muriel no gol

Muriel, goleiro do Fluminense, durante partida contra o Bahia no estádio do Maracanã pelo Campeonato Brasileiro - Thiago Ribeiro/AGIF
Muriel, goleiro do Fluminense, durante partida contra o Bahia no estádio do Maracanã pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
do UOL

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/10/2019 04h00

A boa fase do Fluminense no Campeonato Brasileiro tem diversos personagens. Um deles é o goleiro Muriel. Desde que chegou, disputou 14 jogos pela competição nacional, diminuindo a média de gols sofridos e ajudando a melhorar o aproveitamento da equipe, que se afasta da zona de rebaixamento após sequência invicta de cinco partidas.

Com o goleiro em campo, o Fluminense tem 47,6% de aproveitamento no Brasileirão, bem próximo ao do Goiás, nono colocado da competição, com 36 pontos. São seis vitórias, dois empates e seis derrotas. Além disso, sofre bem menos gols: se antes eram 1,72 gol por jogo, em comparação com sua média de 1,07, que fez a defesa saltar da inglória 19ª para a 14ª posição entre as mais vazadas. Sem ele (Agenor e Rodolfo também agarraram pelo Tricolor em 2019), a queda é brusca: 27,3% de aproveitamento, com apenas duas vitórias, três empates e seis derrotas, média de pontos parecida com a do Cruzeiro, 18º colocado, com 21 pontos.

"O Muriel está vivendo um momento muito bom. É uma pessoa maravilhosa, de grupo, leva nossa equipe para cima. E profissionalmente ter um cara forte e seguro e muito bem preparado lá atrás nos dá uma tranquilidade muito grande", elogiou o técnico Marcão.

Nos últimos três jogos, o goleiro não sofreu gols, o que não acontecia no Brasileirão desde 2016, com Diego Cavalieri. Do antecessor, "Muroel", como vem sendo chamado, também herdou a música da torcida. Apesar do pouco tempo do clube, ele já ouve no Maracanã gritos de "melhor goleiro do Brasil".

Muriel sofreu apenas 15 gols no Campeonato Brasileiro até aqui, com média expressiva de 1,7 defesas difíceis por jogo, o que o torna líder da estatística na competição. "Fico feliz com o reconhecimento do torcedor. Fui muito bem recebido pela torcida. Antes mesmo de jogar, recebi mensagens de carinho nas redes sociais. No clube também cheguei acolhido pela direção, pelo elenco e pela comissão técnica. A gente está vivendo um bom momento e fico feliz demais de ajudar", declarou, após a vitória sobre o Bahia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte