Topo

Osaka escolhe nacionalidade japonesa com Jogos de Tóquio-2020 no horizonte

10/10/2019 14h50

Tóquio, 10 Out 2019 (AFP) - A estrela do tênis Naomi Osaka, que jogava com dupla nacionalidade americana e japonesa, escolheu o país asiático com os Jogos de Tóquio-2020 na mira, informou nesta quinta-feira a emissora pública NHK.

Osaka, filha de mãe japonesa e pai haitiano e que defende as cores do Japão no circuito mundial, declarou em entrevista para a NHK que havia superado uma etapa administrativa para obter a cidadania japonesa definitiva antes de seu aniversário, em 16 de outubro.

A lei japonesa estipula que um cidadão que tem mais de uma nacionalidade precisa escolher uma delas até os 22 anos.

"É um sentimento especial tentar ir aos jogos para representar o Japão", declarou a campeã de dois títulos de Grand Slam. "Será mais emocionante jogar pelo orgulho do país", completou na matéria publicada em japonês no site da NHK.

A atual número 3 do ranking WTA é muito popular no Japão, seguida com fervor pelas mídias sociais e tem contratos de patrocínio com diversas grandes marcas do país.

Osaka, que vive nos Estados Unidos desde os três anos de idade, foi a primeira japonesa a ganhar um Grand Slam, no US Open de 2018. Em seguida, conquistou o Aberto da Austrália neste ano e se tornou a primeira tenista do país a assumir a liderança do ranking mundial.

nf/lab/pm/am

Mais Esporte