Topo

Manoel caro, indenização e descortesia esquentam Corinthians x Athletico

Manoel disputam a bola na partida entre Corinthians X Athletico no 1º turno do Brasileiro - Gabriel Machado/AGIF
Manoel disputam a bola na partida entre Corinthians X Athletico no 1º turno do Brasileiro Imagem: Gabriel Machado/AGIF
do UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Furacão pediu muito dinheiro por Manoel na visão da diretoria do Corinthians: 4 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) por 70% dos direitos
  • Athletico prometeu indenizar Corinthians no caso de doping de Camacho, mas ficou só na promessa
  • Corinthians só aceita vender Camacho e não quer mais emprestar em 2020. Empréstimo atual termina em dezembro
  • Falta de gentileza: no primeiro turno, o clube paranaense não reservou nenhum setor para a torcida do Corinthians

O duelo entre Corinthians x Athletico hoje (10), às 19h15, na Arena de Itaquera, válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, representa, além dos três pontos, uma rivalidade fora de campo. A relação dos clubes ficou um pouco estremecida por conta de algumas atitudes da diretoria paranaense que não agradaram a cúpula corintiana.

O zagueiro Manoel, o meia Camacho e até a torcida corintiana fazem parte desta relação fria entre corintianos e paranaenses. Entenda abaixo os motivos que deixam os clubes bem distantes de uma relação amigável no futebol brasileiro.

Manoel caro: Athletico pediu R$ 18 milhões

Furacão pediu muito grana por zagueiro Manoel - Alan Morici/AGIF
Furacão pediu muito grana por zagueiro Manoel
Imagem: Alan Morici/AGIF

O zagueiro Manoel não deve permanecer no Corinthians em 2020. O clube paulista desistiu de contratar o defensor em definitivo após o Athletico-PR exigir um valor considerado surreal para a diretoria alvinegra: 4 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) por 70% dos direitos econômicos que detém do jogador.

Manoel tem vínculo com o Cruzeiro e foi emprestado ao Timão até o fim desta temporada. O clube mineiro só detém 20%, enquanto os 10% restantes são do próprio jogador. O Corinthians considera o valor abusivo por dois motivos: o defensor já tem 29 anos e chegou em baixa antes de sua transferência para o clube de Parque São Jorge.

Indenização de Camacho ficou só na promessa

Camacho foi pego no doping, e Furacão prometeu indenizar Timão - REUTERS/Rodolfo Buhrer
Camacho foi pego no doping, e Furacão prometeu indenizar Timão
Imagem: REUTERS/Rodolfo Buhrer

O Athletico prometeu publicamente indenizar o Corinthians no caso de doping do meia Camacho, emprestado até dezembro deste ano. No entanto, o clube paranaense ficou só na promessa e, por isso, o Alvinegro não aceitará mais emprestar o atleta. O Timão agora pretende só vender o jogador que tem contrato até o fim de 2020. Vale ressaltar que o volante agrada bastante ao técnico Fábio Carille, que só o liberou ao Furacão por conta do excesso de volantes que tinha no início desta temporada.

Descortesia na Arena da Baixada

Athletico não separou setor para a torcida do Corinthians no 1º turno - Jason Silva/AGIF
Athletico não separou setor para a torcida do Corinthians no 1º turno
Imagem: Jason Silva/AGIF

No jogo entre Athletico e Corinthians no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, no dia 19 de maio, o clube paranaense não reservou nenhum setor para a torcida do Timão na Arena da Baixada, alegando estar colocando em prática o projeto de "torcida humana". A torcida alvinegra até mobilizou um encontro fora do estádio para que organizasse uma entrada em conjunto e, assim, pudesse sentar próxima na arquibancada, temendo problemas com os torcedores adversários.

O projeto "torcida humana" foi encerrado no mês de agosto, após 15 meses de testes. O Corinthians decidiu não retribuir a descortesia e separou um setor Sul da Arena para a torcida do Athletico para o jogo de hoje no valor de R$ 54.

Pedro Henrique

Apesar de o Athletico endurecer na negociação de Manoel e não pagar a indenização prometida no caso Camacho, o Corinthians emprestou o zagueiro Pedro Henrique ao clube paranaense até o fim desta temporada. O defensor não joga hoje por dois motivos: lesão e contrato com o Alvinegro.

Dupla Boselli e Love em campo

O técnico Fábio Carille deve escalar Boselli no lugar de Pedrinho, convocado para a seleção sub-23. Com isso, Vagner Love pode atuar mais fora da área, no esquema 4-2-3-1, contra os paranaenses. Basta saber se Love vai atuar como meia centralizado, atrás de Boselli, como ocorreu contra Independiente del Valle e Grêmio ou se jogará aberto na direita. A única dúvida em relação à escalação dos jogadores está na posição de volante. Carille testou Ramiro e Gabriel na vaga de Sornoza, que defende a seleção equatoriana, durante em treinamentos nesta semana, no CT Joaquim Grava. Junior Urso, com desconforto muscular na coxa direita, também está fora.

Ficha Técnica
Corinthians x Athletico-PR

Data e horário: 10/10/2019, às 19h15 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em Itaquera-SP
Árbitro: André Luis de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Leone Carvalho Rocha e Cristhian Passos Sorence (ambos GO)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Gil, Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Gabriel), Mateus Vital, Clayson, Vagner Love; Mauro Boselli. Técnico: Fábio Carille.

Athletico-PR: Léo; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Lucho González e Wellington; Léo Cittadini, Thonny Anderson e Rony; Marcelo Cirino.

Mais Esporte