Topo

Fortaleza vence a 2ª no retorno de Ceni e afunda Chapecoense na lanterna

do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/10/2019 22h28

Rogério Ceni, Fortaleza e Castelão. Uma combinação que "dá liga". Na noite de hoje (09), o clube tricolor se recuperou da derrota para o São Paulo no último fim de semana e venceu a segunda dentro de casa desde o retorno do treinador. Diante da Chapecoense, no Castelão, Wellington Paulista anotou dois gols e assegurou o importante triunfo por 2 a 0, em duelo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado positivo deixa o Fortaleza em uma situação confortável para brigar por uma competição continental. O time chegou aos 28 pontos e abriu cinco de vantagem em relação ao Ceará, primeiro clube na zona de rebaixamento. Em 13º, a equipe mira uma vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Em contrapartida ao regular Fortaleza, a Chapecoense parece destinada a deixar a elite do futebol brasileiro. Sem vencer desde 18 de agosto (nove jogos), a equipe do Oeste catarinense somou a terceira derrota seguida e ocupa a lanterna da tabela, com apenas 15 pontos.

As duas equipes terão pouco tempo para digerir o resultado de hoje. O Fortaleza entra em campo no fim de semana diante do Vasco, enquanto a Chapecoense recebe o Cruzeiro, rival direto na briga contra a queda para a segunda divisão do futebol nacional.

Quem foi bem: Wellington Paulista

Dois gols e aproveitamento praticamente perfeito nas finalizações. O veterano centroavante impôs a famigerada "lei do ex" e sobrou diante da Chapecoense. Saiu aplaudido pelo público no Castelão.

LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Quem foi mal: Campanharo

Cometeu pênalti na primeira etapa e ainda acabou substituído no segundo tempo. Campanharo não viveu uma noite feliz na capital cearense.

La casa de Ceni

Rogério Ceni criou uma relação forte com o Fortaleza durante a primeira passagem. Nesta volta, tal entrosamento parece retomado, especialmente pelo bom início. Segundo jogo, segunda vitória como mandante. Os seis pontos somados permitem ao Fortaleza enxergar a Sul-Americana como objetivo, ao invés da briga contra a zona do rebaixamento.

Fortaleza recua, mas "mata jogo"

Depois de dominar ligeiramente a partida na primeira etapa e abrir o placar com menos de 5min do tempo final de jogo, o Fortaleza recuou e chamou a Chapecoense para o seu próprio campo, em busca de encontrar espaço para explorar a velocidade na transição. Não deu certo. Somente quando a equipe controlou o ritmo e voltou a "jogar", veio o segundo gol.

Chapecoense aposta na bola parada

Em situação dramática no Brasileirão, especialmente depois da vitória do CSA sobre o Internacional, a Chapecoense priorizou a defesa no Castelão. A postura dificultou a busca por contra-ataques, principalmente na primeira etapa. Precisou o Fortaleza sair em vantagem para o clube catarinense adotar uma postura menos conservadora. Porém, a melhor chance veio apenas na bola parada, em cabeçada de Elicarlos.

Gol evita insatisfação da torcida

Mesmo com o fator casa e diante do lanterna, o Fortaleza demorou a se impor diante da Chapecoense. A equipe tricolor acabou sendo ligeiramente superior na primeira etapa, mas pecou muito ao se mostrar lenta na transição ofensiva. A Chapecoense, por outro lado, se retraiu e tentou apenas afastar o perigo da própria meta.

A atuação morna trouxe impaciência aos torcedores do Fortaleza. O time de Ceni retornou dos vestiários destinado a dar uma resposta rápida aos questionamentos; e ela veio. Logo aos 2min, Romarinho foi derrubado na área por Gustavo Campanharo. Na cobrança, aos 5min, Wellington Paulista esbanjou categoria e abriu o marcador.

O centroavante ainda definiu o resultado. Aos 35min, o camisa 9 recebeu ótimo passe de Felipe e tocou na saída do goleiro para ampliar a vantagem e assegurar três importantes pontos.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 x 0 CHAPECOENSE

Local: estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 9 de outubro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Luiz Claudio Regazone (ambos do RJ)
VAR: Grazianni Maciel Rocha
Cartões Amarelos: Quintero, Juninho, Felipe e Wellignton Paulista (Fortaleza); Márcio Araújo e Everaldo (Chapecoense)

Gols:
FORTALEZA: Wellington Paulista, aos 5min e aos 35min do 2º tempo

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe, Juninho e Edinho; Romarinho (Mariano Vázquez), Wellington Paulista (André Luis) e Osvaldo (Marlon).
Técnico: Rogério Ceni.

CHAPECOENSE: João Ricardo; Márcio Araújo, Douglas, Rafael Pereira e Roberto (Renato Kayser); Elicarlos, Gustavo Campanharo (Locatelli) e Camilo; Régis (Arthur Gomes), Everaldo e Bruno Pacheco.
Técnico: Marquinhos Santos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte