Topo

Direção do Inter não garante permanência de Odair após derrota para CSA

Técnico Odair Hellmann observa partida entre Internacional e CSA em Maceió - Itawi Albuquerque/AGIF
Técnico Odair Hellmann observa partida entre Internacional e CSA em Maceió Imagem: Itawi Albuquerque/AGIF
do UOL

Do UOL, em Porto Alegre

09/10/2019 22h29

A direção do Inter não garantiu a permanência de Odair Hellmann no comando até o jogo do próximo domingo, contra o Santos. Depois da derrota para o CSA por 1 a 0, na noite de hoje (9), o técnico está ameaçado de demissão.

"Não posso garantir (a permanência dele). Neste momento é o treinador do Inter, mas não posso garantir nada em relação a ninguém. A avaliação é constante, precisamos melhorar. Fizemos uma boa Libertadores, chegamos à final da Copa do Brasil, e neste momento as coisas não estão acontecendo. Estamos sob constante avaliação", disse o vice de futebol Roberto Melo.

A definição ficou postergada para após uma reunião com o presidente Marcelo Medeiros, amanhã, em Porto Alegre. Do seu lado, o treinador afirma entender que a pressão que vem sofrendo no Beira-Rio é normal, mas não comentou a posição da diretoria.

"Ele é treinador do Inter neste momento. As pessoas conversam. Não só em relação a isso, mas grupo, outras questões, sempre conversamos. Sempre nos reunimos após os jogos e amanhã não será diferente", completou. "A situação dele é a situação de todo treinador. Todos nós, minha, do Rodrigo (Caetano, executivo), dos atletas, uma constante avaliação. E continuaremos assim, sob constante avaliação", acrescentou.

O protocolo cumpre o ocorrido, por exemplo, quando Antonio Carlos Zago foi demitido, em 2017. Após uma viagem, houve reunião com a presidência no retorno e ele acabou perdendo o cargo.

O Inter encara o Santos no próximo domingo. Com 38 pontos, o time gaúcho é sexto colocado no Brasileirão.

Mais Esporte