Topo

Final "exorciza" Série B e pode reabrir ciclo vitorioso para o Inter

do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

18/09/2019 04h00

O Inter completa um ciclo hoje. Às 21h30 (de Brasília), quando entrar em campo para enfrentar o Athletico Paranaense no jogo de volta da final da Copa do Brasil, o clube gaúcho estará de volta à possibilidade de conquistar títulos importantes. Depois de passar pelo pior momento de sua história, com a passagem pela Série B, o Colorado quer retomar o ciclo positivo.

O projeto de conquistas não é novo no clube. Pelo contrário, foi através dele que as principais conquistas da história vermelha aconteceram. Sob comando de Fernando Carvalho, o Inter atingiu o ápice baseado na conduta "passo a passo".

Antes de conquistar a Libertadores e o Mundial, o Colorado valorizou muito retomar o Campeonato Gaúcho (venceu de 2002 até 2005), fazer boas campanhas no Brasileiro, ganhar rodagem internacional com as participações na Sul-Americana. E quando teve oportunidade de erguer as taças mais importantes de sua história, tinha um lastro emocional, tinha aprendido com os momentos anteriores.

E é exatamente isso que o clube espera que aconteça. O Inter voltou da Série B sem conquistá-la. Foi vice-campeão em 2017, o primeiro foi o América-MG. Mas crê que tenha aprendido com aquilo. Em 2018, não foi à final do Gauchão, foi eliminado prematuramente da Copa do Brasil, mas se remontou no Brasileiro e acabou em terceiro.

Mais um legado para 2019, quando foi até a final do Estadual e perdeu apenas nos pênaltis para o Grêmio, não foi derrotado nas duas finais, empatou ambas. Chegou às quartas de final da Libertadores, está com uma campanha sólida no Brasileiro e pode reencontrar-se com os títulos na Copa do Brasil.

A competição pode reabrir o ciclo semelhante ao ocorrido entre 2006 e 2011, que catapultou o clube ao status de "campeão de tudo", com Libertadores, Recopa, Estadual, Mundial e Sul-Americana.

"Temos o fator local. Jogar em casa é sempre importante. A gente perdeu jogando fora, mas vamos decidir em casa e é uma oportunidade linda que temos de dar nosso melhor. Respeitamos muito o Athletico, é um time qualificado, mas acho que será um jogo diferente. Estamos muito concentrados e focados na conquista", disse Paolo Guerrero.

Independente de conquistar ou não o título, o Internacional "exorciza" a Série B. Esquecer de vez a passagem recente pela Segunda Divisão é um dos fatores que a decisão impõe antes mesmo do resultado de campo.

Por ter perdido o jogo de ida, o Colorado precisa reverter o placar. Para levar a taça é necessário bater o Athletico por dois ou mais de vantagem. Vitória gaúcha por placar mínimo leva a decisão para os pênaltis. Cabe ao Rubro-Negro segurar o empate ou vencer como visitante para confirmar a conquista inédita.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL X ATHLETICO-PR

Data e hora: 18/09/2019 (quarta-feira), às 21h30 (Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Émerson Augusto de Carvalho (SP) Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Bráulio Machado (SC)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Patrick, Edenilson, D'Alessandro (Sobis) e Nico López; Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann

ATHLETICO-PR: Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Léo Cittadini e Bruno Guimarães; Nikão, Marco Ruben e Rony. Técnico: Tiago Nunes

Mais Esporte