Topo

Candidato a sucessor, João Félix desafia Cristiano Ronaldo em estreia

João Félix e Cristiano Ronaldo já atuam juntos com a seleção de Portugal - Petro Fiuza/Xinhua
João Félix e Cristiano Ronaldo já atuam juntos com a seleção de Portugal
Imagem: Petro Fiuza/Xinhua
do UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/09/2019 04h00

O presente e o futuro de Portugal se colidem na estreia de Atlético de Madri e Juventus na Liga dos Campeões. O jogo marcado para hoje (18), às 16h (de Brasília), no Wanda Metropolitano, reúne os nomes portugueses da moda: João Félix, atacante de apenas 19 anos e sensação da Europa desde a temporada passada, vai encarar pela primeira vez em cenário competitivo o compatriota Cristiano Ronaldo, astro do futebol mundial há mais de uma década e exemplo de sucesso para o companheiro.

O choque de gerações surge como a grande atração de um duelo de dois candidatos a chegar às fases mais derradeiras da Champions. Comprado pelo Atlético de Madri por mais de R$ 540 milhões, João Félix convive com a comparação recorrente ao rival de amanhã pela primeira rodada do grupo D e será inevitavelmente testado ao encarar CR7 em duelo de campeonato.

As cifras envolvidas na ida do Benfica para o Atlético de Madri e o protagonismo precoce tornaram João Félix a grande aposta portuguesa para suceder a Ronaldo, que, deixe-se claro, ainda se destaca como um dos melhores do mundo aos 34 anos -- o camisa 7 da Juventus concorre com Lionel Messi (Barcelona) e Virgil Van Dijk (Liverpool) ao prêmio The Best, da Fifa.

Na pré-temporada, sem "valer nada", João Félix superou CR7. Agora, pela Champions, quem vence? - Denis Doyle/Internacional Champions Cup/Getty Images
Na pré-temporada, sem "valer nada", João Félix superou CR7. Agora, pela Champions, quem vence?
Imagem: Denis Doyle/Internacional Champions Cup/Getty Images

Há quem, por outro lado, evite associar um ao outro. Técnico responsável por consolidar João Félix no Benfica, Bruno Lage considera injusta a comparação a Cristiano Ronaldo, mesmo com os números expressivos e o início de trajetória do antigo pupilo com a camisa 7 do Atlético de Madri.

"Não tem que ser comparado com ninguém. É até injusto fazer as comparações entre o João, de 19 anos e que começa agora, com um dos maiores de todos os tempos, que é o Cristiano Ronaldo", afirmou o treinador português, em entrevista concedida à rede americana CNN.

A aproximação da imagem de João Félix ganhou força ainda na pré-temporada, quando Atlético de Madri e Juventus se enfrentaram no mesmo palco do jogo desta quarta-feira.

Em amistoso, a revelação portuguesa balançou as redes e assegurou a vitória dos espanhóis pelo placar de 2 a 1 -- tudo isso sob o olhar de Cristiano Ronaldo, que, no primeiro duelo oficial, tem a chance de responder.

Início de carreira fulminante

Pelo Benfica, João Félix cresceu na segunda metade da temporada e se tornou protagonista aos 19 anos - Gualter Fatia/Getty Images
Pelo Benfica, João Félix cresceu na segunda metade da temporada e se tornou protagonista aos 19 anos
Imagem: Gualter Fatia/Getty Images

João Félix e Cristiano Ronaldo possuem aspectos diferentes no estilo de jogo. O primeiro participa mais da construção, enquanto o craque da Juventus se tornou uma máquina de finalização, com recordes e mais recordes de gols marcados. Entretanto, há uma questão que aproxima os dois: a precocidade.

Cristiano Ronaldo surgiu para o futebol pelo Sporting ainda adolescente e precisou de apenas um ano de profissional para ser contratado pelo Manchester United. Depois de impressionar os ingleses em uma partida de pré-temporada, chegou à Inglaterra para substituir David Beckham e vestir a camisa 7 em 2003.

Cristiano Ronaldo foi contratado pelo Manchester United em 2003, aos 18 anos - AP Photo/Jon Super
Cristiano Ronaldo foi contratado pelo Manchester United em 2003, aos 18 anos
Imagem: AP Photo/Jon Super

João Félix, assim como o craque compatriota, também despontou em um ano. Depois de uma primeira metade de temporada mais tímida, o jovem alcançou feitos expressivos de maneira astronômica, como ao anotar três gols diante do Eintracht Frankfurt pela Liga Europa.

Ao todo foram 20 bolas nas redes adversárias em 43 jogos, números suficientes para chamar a atenção dos gigantes europeus sobre a nova revelação portuguesa.

Se Ronaldo chegou a Manchester por 15 milhões de euros, recorde para um atleta com menos de 20 anos na época, João Félix desembarcou em Madri por mais de 100 milhões de euros.

Aos 19 anos e associado a um dos maiores da história, o jovem do Atlético agora encara o grande exemplo de sucesso do país, tentando superá-lo no primeiro choque de gerações competitivo entre os lusos.

Mais Esporte