Topo

Barça estreia na Champions com empate sem gol diante do Borussia

17/09/2019 18h38

Dortmund, Alemanha, 17 Set 2019 (AFP) - Apesar de contar com Lionel Messi no segundo tempo, o Barcelona precisou se contentar com um empate sem gol fora de casa com o Borussia Dortmund, nesta terça-feira na primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Colocado em campo aos 15 minutos da segunda etapa no lugar da jovem revelação Ansu Fati, de 16 anos, Messi disputou sua primeira partida oficial na temporada desde que sofreu uma lesão na panturrilha em início de agosto, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

O grupo F da Liga dos Campeões, tido com o mais difícil desta edição da competição, segue totalmente igualado após a primeira rodada, já que a Inter de Milão empatou com o Slavia Praga (1-1) na outra partida da chave.

O destaque da partida foi o goleiro alemão do Barça Marc-André Ter Stegen, autor de inúmeras defesas difíceis e que defendeu um pênalti cobrado pelo compatriota Marco Reus (57 min).

Já a pior notícia da noite para os catalães foi a lesão do lateral Jordi Alba, que precisou ser substituído no fim do primeiro tempo com um problema muscular na coxa.

O jogo não ficará marcado na história pelo primor tático e pela emoção, mas sim pela presença de Ansu Fati na equipe titular do Barcelona. O jovem da Guiné-Bissau se tornou o jogador mais jovem a atuar pelo Barça na Champions (16 anos e 322 dias).

- Superioridade alemã -Fati, porém, não conseguiu substituir à altura o craque Messi e, no primeiro tempo, o Barcelona encontrou enorme dificuldade para criar jogadas de perigo. Assim, quem esteve mais perto de abrir o placar foram os alemães.

Nesse cenário, o Barcelona precisou contar com a grande atuação de Ter Stegen para se manter na partida. O goleiro alemão parou o lance de maior perigo do primeiro tempo, defendendo um chute certeiro de Marco Reus aos 40 minutos.

Na volta do intervalo, a conversa de Valverde com seus comandados não deu resultados. O Borussia seguiu dominando o jogo e armando uma verdadeira blitz ofensiva em busca da abertura do placar, culminando no pênalti de Nelson Semedo em Jadon Sancho, aos 11 minutos.

Reus cobrou no canto, mas Ter Stegen foi buscar, salvando novamente o Barça.

Nem a entrada de Messi ajudou a mudar o panorama da partida. Ainda fora de ritmo e claramente sem entrosamento com seu novo companheiro de ataque, o francês Antoine Griezmann, o argentino não conseguiu fazer a diferença enquanto esteve em campo.

Enquanto isso, o Borussia seguia armando as melhores chances de marcar, mas viu Alcácer (71) e Reus (75) mandarem por cima do gol catalão duas grandes oportunidades. Já Julian Brandt chegou mais perto que os companheiros, acertando o travessão de Ter Stegen em forte chute de fora da área (77).

Na última chance da partida e sua única no jogo, Messi apareceu livre na segunda trave e conseguiu dominar um cruzamento de Suárez, mas demorou para finalizar e teve o chute bloqueado por Matts Hummels, um verdadeiro paredão na zaga alemã durante os 90 minutos.

ll/sk/am

Mais Esporte