Topo

Torcida reclama, e Flu repudia rede em setor de visitante do Allianz Parque

Fluminense repudiou a rede de proteção do setor de visitantes do Allianz Parque - Divulgação/Fluminense
Fluminense repudiou a rede de proteção do setor de visitantes do Allianz Parque Imagem: Divulgação/Fluminense
do UOL

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/09/2019 17h18

O Fluminense foi mais um a criticar a polêmica rede do setor de visitantes do Allianz Parque. Após reclamações da torcida tricolor, que além do péssimo resultado contra o Palmeiras teve a visão atrapalhada pelo objeto, o clube repudiou o uso da proteção e pediu que "seja revisto este tratamento diferenciado e injustificado entre torcida local e visitante" no estádio.

Em nota oficial, o Flu se mostrou contrário à utilização da rede de proteção, que foi alvo de visita do Programa de Defesa e Proteção do Consumidor (Procon) na noite de terça-feira (10). O ingresso, antes o mais caro da Série A para os visitantes, teve preço reduzido, mas de acordo com o Tricolor, "não resolverá o problema causado, tampouco afastará a descabida presunção de que os torcedores visitantes objetivam atirar objetos na torcida local".

Representantes do Procon estiveram na partida justamente para observar se a tela atrapalhava a visão dos torcedores. No jogo contra o Bahia, torcedores do Tricolor de Aço pediram de volta o valor do ingresso e entraram com ações judiciais contra o Palmeiras por reparação de bens. O Alviverde, também em comunicado oficial, disse estudar opções para atender às questões de segurança. A rede de proteção é uma exigência da Polícia Militar de São Paulo.

"O Palmeiras tem total interesse em resolver essa situação. Avaliaremos as colocações do Procon e seguiremos estudando alternativas para atender às exigências de segurança dos órgãos competentes. Além do valor inferior cobrado, damos ciência aos torcedores visitantes da existência da rede antes de ele realizar a compra, podendo assim ele optar por não adquirir o ingresso", diz o comunicado.

Mais Esporte