Topo

Ex-peso-pesado russo do UFC é suspenso por dois anos por doping

Dmitrii Smoliakov - Reprodução
Dmitrii Smoliakov Imagem: Reprodução

Ag. Fight

11/09/2019 06h02

Ex-atleta do Ultimate, Dmitry Smoliakov foi suspenso pela USADA (agência antidoping americana) por dois anos. De acordo com o anúncio feito pela entidade nessa terça-feira (10), o peso-pesado testou positivo para duas substâncias ilegais em diferentes oportunidades: no dia 22 de abril, em período fora de competição, e no dia 27 de abril, no dia de sua última luta no UFC. O resultado dos exames foi comprovado através de evidências em sua urina.

O lutador russo aceitou a punição imposta de dois anos, que começou a contar a partir do dia 22 de abril de 2019, data em que foi flagrado pela primeira vez. Segundo a agência antidoping, Dmitry testou positivo para eritropoietina humana recombinante (rHuEPO) e gonadtrofina coriônica humana intacta (hCG) - hormônios sintéticos usados para estimular a produção de glóbulos vermelhos do corpo, aumentando assim o transporte de oxigênio e, consequentemente, a energia aeróbica.

Na ocasião, Smoliakov estava às vésperas de seu confronto diante de Greg Hardy. E mesmo sob efeito de substâncias proibidas, o russo foi facilmente nocauteado pelo ex-astro da NFL (liga de futebol americano), ainda no primeiro assalto - e posteriormente demitido do Ultimate. Com a suspensão, o peso-pesado russo só poderá voltar a competir em 2021.

No entanto, apesar da punição imposta pela USADA, o atleta já possui sua próxima luta marcada. Dmitry encara Maxim Novoselov no dia 12 de outubro, no 'Fight Nights Global'. Ele pode lutar na liga russa pelo fato de que ela não é regulada por nenhuma Comissão Atlética.

Mais Esporte