Topo

Boateng revela ter comprado três carros no mesmo dia: "Eu era um idiota"

Meia Boateng defendeu o Milan  - AFP PHOTO / OLIVIER MORIN
Meia Boateng defendeu o Milan Imagem: AFP PHOTO / OLIVIER MORIN
do UOL

Do UOL, em São Paulo

11/09/2019 17h08

A vida de Kevin-Prince Boateng como atleta profissional sempre foi conturbada. Com dificuldades para se firmar em um clube, ele agora veste a camisa da Fiorentina - a 11ª da carreira. Hoje com 32 anos, o atleta afirma que tem alguns arrependimentos desde que começou a jogar.

Em entrevista divulgada pelo jornal La Repubblica, o meia afirmou ter sido um "idiota" quando mais jovem e revelou ter comprado três carros no mesmo dia quando defendeu o Tottenham.

"Eu era idiota. Eu tinha talento, mas eu treinava no nível mínimo de esforço, com uma hora no campo. Eu era o último a chegar e o primeiro a sair. Eu saía com os amigos, eu tinha dinheiro, vivia como um rei. Eu nunca ia para a academia", disse.

"Eu comprei três carros de uma só vez no Tottenham: uma Lamborghini, um Hummer e um Cadillac. Se eu pudesse falar comigo mais novo, diria: 'você não pode comprar felicidade'", comentou.

Boateng também falou sobre o racismo que presenciou nos tempos em que jogou no Milan. Em 2013, ele sofreu insultos racistas em um amistoso contra o Pro Patria e deixou o campo.

"Eu também vi um garoto de três anos sendo chutado em Cosenza por causa da cor da pele dele. Isso foi o que mais me machucou. Os cantos no estádio faziam eu me lembrar que nossos avós eram escravos. Mas os torcedores que fizeram isso, antes de serem racistas, são ignorantes", contou.

Mais Esporte