Topo

Corinthians e Flu ficam no 0 a 0 em jogo morno nas quartas da Sul-Americana

Nenê e Danilo Avelar disputam bola durante Corinthians x Fluminense, pela ida das quartas de final, em Itaquera - Daniel Vorley/AGIF
Nenê e Danilo Avelar disputam bola durante Corinthians x Fluminense, pela ida das quartas de final, em Itaquera Imagem: Daniel Vorley/AGIF
do UOL

Gabriel Carneiro e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

22/08/2019 23h23

Corinthians e Fluminense abriram as quartas de final da Copa Sul-Americana com um empate em 0 a 0, hoje à noite, na Arena de Itaquera. Apesar de ter sido um interessante duelo de estratégias dos técnicos Fábio Carille e Marcão, interino do Flu após a demissão de Fernando Diniz, o placar não foi alterado ao longo dos 90 minutos em um confronto morno na fria noite de quinta-feira.

A melhor chance do jogo foi num cruzamento de Fagner para Gustavo já nos acréscimos do segundo tempo, mas Muriel fez boa defesa e ajudou o Flu a segurar o empate fora de casa.

As equipes voltam a se enfrentar pelo confronto decisivo da Sul-Americana na próxima quinta-feira (29), às 21h30, no Maracanã. Antes disso, o Corinthians, que tenta se consolidar na briga pela liderança, tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro: visita o Avaí no domingo, às 19h. Já o Flu folga no fim de semana, pois o jogo da 16ª rodada contra o Palmeiras será só no dia 10.

Ganso chama o jogo e ajuda atrás: o melhor

Mateus Vital e Ganso disputam a posse de bola durante confronto entre Corinthians e Fluminense - Daniel Vorley/AGIF
Mateus Vital e Ganso disputam a posse de bola durante confronto entre Corinthians e Fluminense
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

O meia do Fluminense foi um dos melhores em campo em razão da boa movimentação. Além de ter acionado os atacantes nas boas chances criadas pelo Fluminense com passes em velocidade, o jogador voltou à área para marcar e ajudou a equipe a segurar o empate na Arena Corinthians. Outros bons destaques da partida foram Frazan e Muriel, pelo lado do Flu, além de Pedrinho e Jadson, em poucos minutos, do lado do Corinthians.

Love produz pouco; Yony não aparece

Vagner Love foi pouco produtivo no ataque do Corinthians. Substituído só aos 21 minutos do segundo tempo, o atacante só criou uma boa chance ao longo de sua participação, em lance que sofreu falta cobrada por Clayson na barreira. Fora isso, o artilheiro corintiano da Sul-Americana não conseguiu segurar a bola no ataque e nem usar sua velocidade para puxar contra-ataques. É um retrato semelhante ao que o Fluminense pode fazer de Yony González: muita movimentação e marcação e pouca eficiência. Tanto é que Wellington Nem levou mais perigo em sua primeira chance.

Corinthians recorre a invertidas com lado direito anulado

Pedrinho foi bem marcado durante a partida contra o Fluminense, hoje, em Itaquera - Daniel Vorley/AGIF
Pedrinho foi bem marcado durante a partida contra o Fluminense, hoje, em Itaquera
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

O Corinthians encontrou muita dificuldade no início do jogo, principalmente porque o Fluminense anulou o eficiente lado direito de Fagner e Pedrinho. Por isso, a estratégia foi abusar das invertidas de bola. Algumas deram certo e o controle da posse de bola permitiu que o time chegasse mais vezes ao ataque e desse trabalho ao goleiro Muriel. Mesmo assim, postura e número de finalizações de pouca importância para quem joga um confronto eliminatório em casa. No segundo tempo a estratégia foi controle da posse de bola com Jadson e cruzamentos para Gustavo e Boselli, mas a grande chance terminou com defesa de Muriel nos acréscimos.

Flu aposta em Nenê de "falso 9" e marcação dupla em Fagner

O Fluminense apostou em Nenê como "falso 9" em posicionamento ofensivo (esquema 4-3-3), com Marcos Paulo e Yony González abertos. Sem a bola, Nenê fechou do lado direito para compor o esquema 4-1-4-1 em posicionamento defensivo. Por conta disso, o experiente meia cansou já no fim do primeiro tempo. O time carioca também fortaleceu a marcação no lado direito do Corinthians, setor mais perigoso do adversário. Yony González e Daniel dobraram a marcação na saída de bola de Fagner, hoje o principal armador de jogadas do time corintiano. Ganso foi um destaques do time. O meia correu muito, ajudando na marcação e iniciando com bons passes as jogadas de ataque do Flu.

Torcida do Flu quase lota setor na Arena Corinthians

A torcida do Fluminense compareceu em bom público na Arena Corinthians. Os cariocas, que chegaram ao estádio com cerca de 15 ônibus, quase lotaram o setor que foi destinado a eles. Em alguns momentos, a torcida do Flu tentava fazer barulho na Arena, mas logo era abafada pelos corintianos com cânticos e vaias.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 x 0 FLUMINENSE

Data: 22/08/2019
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Andres Rojas (COL)
Auxiliares: John Alexander Leon (COL) e Wilmar Navarro (COL)
Árbitro do VAR:German Delfino (ARG)
Público e renda: 37.550 presentes / R$ 1.699.012,00
Cartões amarelos: Mateus Vital, Gabriel, Vagner Love (COR); Caio Henrique e Nenê (FLU)

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Gabriel, Junior Urso e Mateus Vital (Jadson); Clayson, Pedrinho (Gustagol) e Vagner Love (Boselli). Técnico: Fábio Carille.

Fluminense: Muriel; Igor Julião, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel (Caio) e Ganso (João Pedro); Marcos Paulo (Wellington Nem), Nenê e Yony González. Técnico (interino): Marcão.

Mais Esporte