Topo

Flamengo visita Emelec de olho em voltar às quartas de final da Libertadores

23/07/2019 13h39

Guayaquil (Equador), 23 jul (EFE).- O Flamengo iniciará nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), a tentativa de voltar às quartas de final da Taça Libertadores, fase que não alcança desde 2010, em visita ao Emelec, no estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador.

Há nove anos, o Rubro-Negro da Gávea passou pelos grupos, despachou o Corinthians, mas caiu na sequência diante da Universidad do Chile. Depois disso, foram quatro eliminações, sem conseguir alcançar um lugar entre os oito melhores times da competição.

No ano passado, o Fla até conseguiu alcançar as oitavas, o que também não acontecia desde 2010, mas acabou sendo eliminado pelo Cruzeiro. Neste ano, o clube carioca avançou como líder do grupo D, posição que alcançou após empatar com o Peñarol em 0 a 0, em Montevidéu.

Então comandados por Abel Braga, os rubro-negros terminaram com os mesmos dez pontos da LDU de Quito, do Equador, e da equipe uruguaia, mas levou a melhor no saldo de gols, para acabar como líder. O desempenho irregular, além de algumas decisões técnicas fizeram a diretoria trocar o treinador.

Assim, foi contratado o português Jorge Jesus, que teve passagens vitoriosas por Braga, Benfica e Sporting e já havia demonstrado interesse de trabalhar no Brasil. Desde a estreia, foram três empates e uma vitória, a goleada sobre o Goiás por 6 a 1, pelo Campeonato Brasileiro.

Em dois dos jogos que terminaram com igualdade, foram com o Athletico Paranaense, pelas quartas de final da Copa do Brasil, em que o Flamengo acabou sendo eliminado nos pênaltis, o que aumenta a pressão por um bom resultado na Taça Libertadores.

Para o jogo desta quarta-feira, Jesus tem alguns problemas para escalar a equipe, pois já não contava com o uruguaio Giorgian De Arrascaeta e também perdeu Éverton Ribeiro e Vitinho. Todos os três jogadores do elenco estão lesionados. Além disso, o lateral-esquerdo Pará está suspenso, expulso contra o Peñarol.

A boa notícia é o provável retorno ao 11 inicial do atacante Bruno Henrique, recuperado de uma entorse em um dos tornozelos, que voltou a atuar no empate com o Corinthians em 1 a 1, pelo Brasileirão, ao entrar no decorrer do segundo tempo.

O lateral-esquerdo Filipe Luís, anunciado um dia antes da partida, não está inscrito. Por outro lado, o lateral-direito Rafinha, outro badalado reforço contratado no meio deste ano, vai para a partida e deverá ser titular. O ex-Bayern de Munique foi preservado do duelo com o alvinegro paulista.

Também recém-chegados à Gávea, o zagueiro espanhol Pablo Marí e o meia Gérson foram incluídos no tempo necessário e poderão entrar em campo. O ex-Fluminense, que começou jogando no compromisso do fim de semana, tem chances de iniciar mais uma vez.

Já o Emelec se classificou como vice-líder do grupo B da Libertadores, com a vaga sendo selada na última rodada, com vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 1, no Mineirão, em duelo que a equipe brasileira atuou com alguns reservas, por já estar classificada e com a primeira posição assegurada.

Curiosamente, a equipe de Guayaquil não venceu um jogo sequer como mandante na fase anterior, já que empatou com o Huracán, da Argentina, perdeu para a Raposa, e também ficou na igualdade com o Deportivo Lara, da Venezuela.

Para piorar o retrospecto, na última sexta-feira, também no estádio George Capwell, onde acontecerá o jogo com o Flamengo, o Emelec acabou sendo derrotado pelo Deportivo Cuenca por 1 a 0. Com isso, o time é apenas o sétimo colocado na competição local.

Prováveis escalações:.

Emelec: Dreer; Romario Caicedo, Jaime, Vega e Jhonson; Arroyo, Godoy, Cabezas e Guerrero; Cortes e Angulo. Técnico: Ismael Rescaldo.

Flamengo: Diego Alves; Rafinha, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão (ou Gérson) e Diego; Bruno Henrique, Berrío e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina), auxiliado pelos compatriota Diego Bonfa e Maximiliano Del Yesso.

Estádio: George Capwell, em Guayaquil (Equador). EFE

Mais Esporte