Topo

Guerrero destaca reação peruana para buscar virada sobre a Bolívia

2019-06-19T00:29:00

19/06/2019 00h29

Rio de Janeiro, 18 jun (EFE).- Autor de um belo gol na vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia nesta terça-feira, no estádio do Maracanã, o atacante Paolo Guerrero ressaltou que a conversa entre os jogadores e o técnico Ricardo Gareca foi fundamental para a vitória de virada do Peru.

"Nos primeiros minutos não nos encontrávamos na partida, não tínhamos posse de bola. O pênalti nos complicou um pouco, mas depois veio o gol que nos deu mais tranquilidade com 1 a 1. Conversamos no intervalo para ajeitar as linhas e a marcação, e deu resultado", analisou.

Guerrero evitou comentar sobre a atuação do árbitro equatoriano Roddy Zambrano, que voltou atrás em uma marcação de impedimento para - após mais de quatro minutos conversando com a equipe do VAR - marcar pênalti por um toque de mão de Zambrano. Na cobrança, Marcelo Moreno abriu o placar para a Bolívia.

"Eu não quero falar do árbitro. Como já dissemos dentro do grupo, temos que esquecer o árbitro, por mais que nos prejudique. Temos que nos acostumar a isso, esquecer o árbitro e jogar futebol", declarou.

Desde que disputou a última partida pelo Flamengo no Maracanã, em julho do ano passado, Guerrero retornou ao estádio duas vezes, e deixou a sua marca em ambas. A primeira foi com a camisa do Internacional, ao abrir o placar da vitória de 2 a 1 sobre o ex-clube em maio, pelo Campeonato Brasileiro.

A segunda foi nesta terça-feira, ao driblar o goleiro Carlos Lampe e chutar para marcar o gol de empate do Peru. Flores e Farfán complementaram a virada.

O Peru ocupa a vice-liderança do grupo A da Copa América, com quatro pontos, assim como o Brasil, mas com um gol a menos de saldo. As seleções se enfrentarão na terceira e última rodada da primeira fase no próximo sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo. EFE

Mais Esporte