Topo

Skatista de 18 anos leva moto zero em desafio na piscina em Caçapava

Paulo Anshowinhas/UOL
Paranaense Augusto Akio Takahashi dos Santos, o Japinha, venceu o torneio de skate em piscina Converse Big Pool Day, em Caçapava Imagem: Paulo Anshowinhas/UOL
do UOL

Paulo Anshowinhas

Colaboração para o UOL, em Caçapava

2019-06-17T13:53:40

17/06/2019 13h53

O skatista paranaense Augusto Akio Takahashi dos Santos, o Japinha, terá de fazer uma manobra inesperada hoje: levar para Curitiba uma moto Honda XRL 190, que faturou como premiação pelo título de skate em piscina do Converse Big Pool Day no Clube Recreativo Jequitibá, em Caçapava. Aos 18 anos, Japinha, como é conhecido, é uma das grandes revelações do skate vertical nacional. No ano passado, venceu o Desafio de Skate Vert Battle em Jacareí. No início desse ano, terminou em terceiro no Brasileiro de Skate em Florianópolis, à frente do ídolo Pedro Barros.

"Agora, preciso aprender a dirigir", disse, envergonhado, o skatista que planeja tirar sua habilitação para continuar com a moto, mas antes terá um outro desafio: no próximo mês, disputa o World Roller Games, de 4 a 6 de julho em Barcelona, ao lado de outros dois representantes brasileiros, Roni Gomes e Ítalo Penarrubia, na única etapa de vertical do circuito - ou seja, o campeão se consagra como melhor do mundo.

Para chegar a vitória, Japinha teve de exibir manobras de alto grau de dificuldade, como um 540 nose grab, no qual se dá um giro de 540 graus segurando o bico do skate, suficiente para bater seus rivais. Felipe Foguinho ficou em segundo lugar, João Gasparetto foi o terceiro, Miguel Oliveira, o quarto, e Pedro Volpi, o quinto.

Outro destaque da competição, foi a prova de "Cash for Tricks", de melhor manobra, que provocou congestionamento de skatistas na piscina em uma tumultuada jam session. Nela, o catarinense João Vitor, o Bito, desafiou os limites da pista, subiu nas arquibancadas e se atirou de lá de cima para dentro da piscina com apenas com um pé no skate, o backside boneless, de quase seis metros de altura. Faturou R$ 1.500 reais pela façanha.

Paulo Anshowinhas/UOL
João Bito venceu a prova de melhor manobra do Converse Big Pool Day ao subir nas arquibancadas e se atirar lá de cima Imagem: Paulo Anshowinhas/UOL
"Eu fiz cara feia para superar o medo do paredão. A adrenalina correu solta na hora de tomar essa atitude com muita intensidade e fazer a galera entrar em delírio", contou Bito, sobre a emoção de completar a manobra arriscada.

A festa, que lotou as arquibancadas, e ocupou a piscina semiolímpica de ladrilhos com transição arredondada do Clube Jequitibá - uma das poucas do Brasil, acontece pelo quarto ano seguido, mas pode ser a última: a diretoria quer quebrar o equipamento para uma reforma. "Por que destruir, acabar com essa piscina? O skate é o segundo esporte do Brasil em número de praticantes e estará sendo representado nas próximas Olimpíadas. Não destruam", protestou, emocionado, o organizador do evento, Luiz Felipe Vital, que foi seguido em coro pela grande plateia, em noite de lua cheia e com fogos de artifício na beira da Via Dutra. "Não destruam a piscina!", foi o recado para fechar o evento.

Brasileiros faturam o Dew Tour na Califórnia

É do Brasil. Ou melhor, são do Brasil as principais colocações no pódio do Dew Tour 2019, evento cinco estrelas com a chancela da World Skate para a corrida olímpica, realizado nesse final de semana em Long Beach, na California.

No Park, Pedro Barros levou o ouro, com Luiz Francisco em quarto lugar. No street, Pamela Rosa subiu no ponto mais alto do pódio seguido por Leticia Bufoni. No masculino, Felipe Gustavo ocupou o terceiro lugar e Kelvin Hoefler, o quinto, mostrando a superioridade dos brasileiros na competição.

A próxima parada do skate mundial acontece nesse final de semana no Parque Cândido Portinari, com a segunda etapa internacional do Vans Park Series.

Mais Esporte