Topo

Presidente da Conmebol admite preocupação com baixo público na Copa América

2019-06-16T17:55:00

16/06/2019 17h55

Rio de Janeiro, 16 jun (EFE).- O paraguaio Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, admitiu que se sente desconfortável com o baixo público em alguns jogos da fase de grupos da Copa América, ao ser questionado por jornalistas durante evento na praia de Copabacana, na zona sul do Rio de Janeiro.

"Preocupa, claro que preocupa. Porque queremos que as pessoas sempre vejam os melhores jogadores do mundo, para que vejam que os jogadores sul-americanos são os melhores do mundo. Aqui em um país onde se vive o futebol, gostaríamos que as pessoas participassem", disse o dirigente.

"Tem jogos que há muita gente, e outros que lamentavelmente não há muito. Até agora é muito positivo, e creio que vai melhorar", completou Domínguez.

Até o momento, em quatro partidas disputadas na Copa América, a média de público pagante é de 27.890 pessoas. O jogo entre Brasil e Bolívia, na abertura do torneio, no Morumbi, teve 46.342 pessoas pagando ingressos.

O segundo melhor desempenho na comercialização de bilhetes foi para o jogo entre Argentina e Colômbia, na Fonte Nova, com 34.950 pagantes. Venezuela e Peru, na Arena do Grêmio, teve 19.162; e Paraguai e Catar, no Maracanã, 11.107. EFE

Mais Esporte