Topo

Jovem atacante diz que Bolívia já deixou derrota para o Brasil no passado

2019-06-16T13:53:00

16/06/2019 13h53

Rio de Janeiro, 16 jun (EFE).- O atacante Ramiro Vaca garantiu neste domingo que a seleção boliviana já evita pensar na derrota sofrida há dois dias, para o Brasil por 3 a 0, na abertura da Copa América, e está focada no duelo com os peruanos.

"Já viramos a página. Não há tempo para lamentar. Estamos pensando na seleção do Peru. Temos que fazer um grande jogo e somar os três pontos", garantiu o jovem jogador, de apenas 19 anos, último convocado para a disputa do torneio, em lugar do cortado Rodrigo Ramallo.

Na última sexta-feira, no Morumbi, a Bolívia foi derrotada pelos anfitriões por 3 a 0, com isso e o empate sem gols entre venezuelanos e peruanos, ontem, ocupa a última posição do grupo A. Apesar disso, o atacante descartou que o próximo compromisso seja de vida ou morte.

"Temos que tentar ter a bola, ser protagonistas, criar chances de gol. No jogo com o Brasil, não pudemos fazer porque vieram para cima e fomos obrigados a nos defender durante grande parte da partida", avaliou o jogador do The Strongest.

O meia Fernando Saucedo, por sua vez, prometeu uma seleção boliviana forte, já nesta terça-feira, no duelo com os peruanos, o que acabaria com a impressão de que 'La Verde' é a concorrente mais frágil desta edição da Copa América.

"Vejo que todos nos tratam como a pior do torneio, mas vamos mostrar o contrário", garantiu o camisa 20. EFE

Mais Esporte