Topo

"Sinto que já usei toda minha força", diz Chael Sonnen após aposentadoria

Reprodução
Chael Sonnen se aposenta após luta com Lyoto Machida Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL, em São Paulo

2019-06-15T10:11:52

15/06/2019 10h11

A derrota para Lyoto Machida no Bellator 222 foi a última exibição de Chael Sonnen no MMA. O lutador americano anunciou a aposentadoria após o revés contra o brasileiro na noite de ontem (14) e justificou a decisão dizendo que "já gastou toda sua força". Além disso, ele disse não ter planejado a aposentadoria antes do duelo.

"Eu não planejei isso. Pensei que ia ganhar essa luta e depois enfrentar Ryan Bader (atual campeão da categoria meio-pesado)", disse Sonnen em entrevista coletiva. "Você tem que ser forte neste esporte. Sinto que já usei toda a minha força. Houve algumas posições (na luta) que, antes na minha carreira, eu teria escapado delas."

"Eu costumava ser mais resistente. Costumava querer mais, ter mais coragem. Sinto que talvez eu tenha disparado a minha última bala. Não tive a mesma coragem, e é hora de seguir em frente", acrescentou o americano.

Aos 42 anos, Chael Sonnen encerra a carreira após pouco mais de duas décadas no MMA. O americano se despede da modalidade com um cartel de 30 vitórias, 17 derrotas e um empate.

Sonnen ganhou destaque no mundo das artes marciais mistas ao se tornar desafeto de Anderson Silva. O "Gangster" enfrentou o brasileiro em duas ocasiões pelo título do peso-médio do UFC, mas foi derrotado em ambas. Além disso, ele também teve a chance lutar pelo cinturão dos meio-pesados do Ultimate, quando perdeu para o compatriota Jon Jones.

Após se despedir do UFC em 2013, Chael Sonnen ingressou no Bellator quatro anos depois. Na volta ao MMA, o lutador somou duas vitórias (contra Wanderlei Silva e Quinton Jackson) e três derrotas (contra Tito Ortiz, Fedor Emelianenko e Lyoto Machida).

Mais Esporte