Topo

Grêmio entra no recesso com seis lesionados e Renato quer reunião geral

do UOL

Do UOL, em Porto Alegre

2019-06-13T04:00:00

13/06/2019 04h00

O Grêmio vai para o recesso em virtude da Copa América com duas vitórias seguidas, mas com grande dose de sacrifício. Diante do Botafogo, no Rio de Janeiro, chegou a seis o número de jogadores com problemas musculares e ausentes do duelo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O fato de as baixas se acumularem preocupa Renato Gaúcho a ponto de o treinador planejar uma reunião na volta aos treinos.

Paulo Miranda, Bruno Cortez e Kannemann já estavam entregues aos médicos há tempos. Maicon e Geromel foram vetados minutos antes da partida no Rio e Rodriguez saiu durante o jogo.

Rodriguez saiu após levantar pancada na coxa. Maicon sentiu a panturrilha no aquecimento e Geromel foi vetado depois de apresentar desconforto muscular - herança do jogo de sábado, em Caxias do Sul, contra o Fortaleza.

"Vou conversar com todos os departamentos do clube, vamos trocar umas ideias para essas lesões não se repetirem. O que vem pela frente é mata-mata, é matar ou morrer. De maneira alguma a gente pode perder tantos jogadores assim. No mata-mata pode ser fatal", disse Renato Gaúcho depois da partida no estádio Nilton Santos.

A lista geral de desfalques por lesão fica maior se Marcelo Oliveira for incluído, mas o camisa 26 rompeu os ligamentos em um infortúnio. O mesmo vale para Kannemann, que fraturou uma vértebra ao dar bicicleta diante do Corinthians, em São Paulo, em 11 de maio.

O Grêmio volta aos treinos em 24 de junho. No mesmo dia da reapresentação, a delegação se desloca até Viamão para período de trabalhos em dois turnos.

Mais Esporte