Topo

Simon Pagenaud vence 500 Milhas de Indianápolis e quebra jejum de 99 anos

2019-05-26T19:43:00

26/05/2019 19h43

Redação Central, 26 mai (EFE).- O francês Simon Pagenaud (Penske) levou a melhor no duelo com o americano Alexander Rossi (Andretti) e venceu as 500 Milhas de Indianápolis neste domingo, quebrando um jejum de quase cem anos do seu país sem vitórias na tradicional prova do automobilismo dos Estados Unidos.

Foi a primeira vez desde 1920 que um piloto da França subiu ao degrau mais alto do pódio na Indy 500. Há quase um século, quem triunfou foi Gaston Chevrolet, irmão mais novo de Louis Chevrolet, fundador da tradicional fabricante.

Pagenaud largou na pole position, tornando-se o primeiro piloto a sair à frente e vencer a corrida desde o brasileiro Helio Castroneves em 2009, mas não teve vida fácil. A 23 voltas para o fim, Rossi ganhou a primeira posição do francês, e logo depois o 'pace car' entrou em ação devido a um acidente envolvendo vários concorrentes.

Dez voltas depois, foi dada a relargada, e os dois pilotos trocaram de posição na liderança cinco vezes, até que Pagenaud triunfasse com apenas 0s209 de diferença para Rossi. Quem completou o pódio, em terceiro lugar, foi o japonês Takuma Sato (RLL), vencedor em 2017.

Entre os brasileiros, o mais bem colocado foi Tony Kanaan (Foyt), que levou a melhor na Indy 500 em 2013 e hoje ficou em nono. Matheus Leist (Foyt) recebeu a bandeirada em 15º, e Helinho (Penske), tricampeão em Indianápolis, foi o 18º colocado. EFE

Mais Esporte