Topo

Globo topa não multar Palmeiras por contrato com EI e acordo se aproxima

Raphael Veiga comemora após anotar o terceiro gol do Palmeiras contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - Alan Morici/AGIF
Raphael Veiga comemora após anotar o terceiro gol do Palmeiras contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Alan Morici/AGIF
do UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

21/05/2019 12h32

A Globo topou não aplicar a multa redutora no acordo de TV que negocia com o Palmeiras. A sinalização da emissora foi dada na reunião da última sexta-feira e é considerado um passo importantíssimo para que o acordo seja sacramentado.

Como noticiado pelo UOL Esporte, Palmeiras e Globo desfalcaram a Conferência Nacional de Futebol por conta da reunião de sexta-feira que foi decisiva para o otimismo no Alviverde. Novos encontros entre hoje e amanhã podem aproximar time e emissora de um acerto final.

Essa é uma vitória palmeirense na queda de braço com a emissora carioca. Todos os outros clubes que fecharam com o Esporte Interativo foram multados em cerca de 20% do seu contrato. A Globo alega que perdeu a exclusividade e que o produto havia perdido o valor.

No início da negociação, especulou-se que o Palmeiras gostaria de ter um número mínimo de transmissões em TV aberta. Essa condição não existe mais.

Em contrapartida, o time paulista ainda negocia com a Globo para receber um mínimo garantido no acordo de pay-per-view. Essa é o principal entrave na atual conversa.

Flamengo e Corinthians, que são usados como comparação, têm garantidos no mínimo 18,5% do que será distribuído da arrecadação com pay-per-view para os clubes.

Mais Esporte