Topo

Ex-UFC se diz inocente após acusação de violência contra a namorada

Josh Hedges/Zuffa LLC
Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

15/05/2019 14h04

Ex-lutador de MMA e com carreira no UFC, Anthony Johnson alegou inocência no processo de violência doméstica do qual foi acusado pela namorada, no início do mês. O antigo lutador de artes marciais mistas, que pode ficar até um ano preso, volta ao tribunal em junho para julgamento.

Segundo o TMZ, "Rumble" nega qualquer agressão à namorada, que acusou o ex-lutador de violência no último dia 6, após o casal discutir na Flórida.

Detido pelos policiais após a acusação, Johnson alegou inocência em um documento apresentado hoje (15) pelo seu advogado, conforme relato publicado pelo próprio TMZ.

Johnson carrega um ato de violência doméstica no passado. Há dez anos, uma ex-namorada levou o caso à polícia, e o até então lutador não questionou a acusação.

No atual boletim de ocorrência obtido pelo site americano, policiais foram chamados por uma mulher após uma briga com o namorado. No local, os oficiais constataram que o agressor era Johnson.

A namorada relatou que, no meio de uma discussão, começou a guardar os pertences de Anthony Johnson para colocá-lo para fora de casa. O ex-atleta então levou a mulher para outro cômodo da casa.

De acordo com o site, ela se disse "assustada" pelo tamanho do namorado e pela experiência dele com artes marciais. A polícia, porém, não constatou lesões na vítima.

Mais Esporte