Topo

Vítima de Jacksonville ganha título de Madden oito meses após atentado

Reprodução/Twitter
Drini Djoka conquistou o Madden Bowl seis meses após ataque Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-04-27T23:55:08

27/04/2019 23h55

Drini Djoka se sagrou hoje (27) campeão do Madden Bowl, o campeonato oficial do jogo de vídeo-game da NFL. Aos 19 anos, o garoto de Washington alcançou o título após bater o seu adversário pelo placar de 41 a 0. Mas o que dá um gosto ainda mais especial a sua conquista é o fato de que ele foi uma das vítimas de um tiroteio ocorrido durante um torneio classificatório para o mesmo Madden Bowl, no ano passado.

Ele foi um dos 11 feridos ao ataque no campeonato classificatório de Madden que acontecia em 26 de agosto de 2018 em Jacksonville, na Flórida. Na ocasião, três pessoas foram mortas, inclusive o atirador, identificado como David Katz, ex-competidor do jogo.

Durante o evento no ano passado, Gjoka forneceu informações em tempo real sobre o que estava acontecendo durante o ataque: "estou saindo daqui e nunca mais voltarei", tuitou o garoto, que sofreu um tiro de raspão no polegar.

Filhos de pais albaneses que mudaram-se aos Estados Unidos após vencer numa loteria local, Drini Djoka tem uma carreira de sucesso no Madden. Em 2017, ele tornou-se o mais jovem campeão de Madden e tem sonhos mais altos depois da conquista de hoje: se firmar como proplayer e influenciador digital.

Após a conquista, Drini foi ao Twitter, o mesmo lugar onde reportou sobre o ataque no ano passado, e dedicou a vitória aos dois mortos no atentado:

"Obrigado a todos que me ajudaram a conquistar isso. As palavras não podem explicar o que eu sinto neste momento. Isto é para o Trueboy e o Spotme".

Mais Esporte