Topo

Ex-meia do Real tenta outra carreira no esporte com arremesso de dardos

Angelika Warmuth/DPA/PA Images
Imagem: Angelika Warmuth/DPA/PA Images
do UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-04-25T12:00:00

25/04/2019 12h00

Rafael Van der Vaart deu adeus ao futebol, depois de passagens por clubes como Ajax, Real Madrid e Tottenham. O ex-meia da seleção holandesa, que participou da final da Copa do Mundo de 2010, agora mira uma nova carreira, menos de seis meses depois de pendurar as chuteiras. Nos dias 4 e 5 de maio, ele vai participar de uma competição oficial de arremesso de dardos.

Aos 36 anos e fora do futebol desde novembro, quando fez o anúncio da aposentadoria enquanto atuava pelo Esbjerg, da Dinamarca, Van der Vaart está inscrito para participar do Aberto e do Masters Dinamarquês da modalidade, a ser realizado justamente na cidade homônima ao time em que se despediu do futebol.

Entusiasta do que muitos encaram como brincadeira, o ex-jogador recebe os ensinamentos sobre técnica de arremesso com os compatriotas Michael van Gerwen e Raymond van Barneveld, renomados atletas do inusitado esporte. Este último, inclusive, ganhou o Aberto Dinamarquês que marca a estreia do vice-campeão mundial pela Holanda em 2010.

Reuters
Van der Vaart não conseguiu evitar o gol de Iniesta, que decretou o título da Espanha na final com a Holanda Imagem: Reuters

Van der Vaart não é o primeiro de sua época de seleção holandesa a se interessar pelo arremesso de dardos, mas o primeiro a mirar uma carreira no esporte. Robin Van Persie, atacante do Feyenoord e ex-Arsenal e Manchester United, participou da Premier League como membro da equipe de Van Gerwen, hoje tutor do antigo companheiro na Laranja Mecânica.

Hoje um arremessador de dardos e pronto para a primeira competição, Van der Vaart fez história com a camisa do Ajax e acabou como um valorizado atleta de sua geração. Pela seleção holandesa, o então meia entrou em campo 109 vezes e anotou 25 gols, participando das Copas do Mundo de 2006 e 2010.

Nos clubes, Van der Vaart surgiu como grande revelação do Ajax no início da década de 2000 e chamou a atenção do Hamburgo. Na Alemanha, amadureceu e virou capitão do clube. O sucesso levou o talentoso meia canhoto ao Real Madrid.

Reuters
Imagem: Reuters

No gigante espanhol, entretanto, Van der Vaart sofreu com as lesões e a alta competitividade, jamais alcançando a expectativa criada ainda quando deixara o Ajax.

Depois de dois anos na Espanha (2008 a 2010), o meia se transferiu para o Tottenham e recuperou a boa forma na Inglaterra, chegando a ganhar o prêmio de jogador do mês em outubro de 2010.

Van der Vaart retornou ao Hamburgo em 2012 e permaneceu mais três anos na Alemanha. O agora profissional dos dardos ainda defendeu Betis (2015), Midtjylland e Esbjerg - último clube da carreira e local da estreia no novo esporte.

Mais Esporte