Topo

Ceni deve deixar o Fortaleza para assumir o Atlético-MG? Blogueiros opinam

Gabriel Machado/AGIF
Imagem: Gabriel Machado/AGIF
do UOL

Do UOL, em Santos (SP)

2019-04-23T14:18:43

23/04/2019 14h18

Técnico do Fortaleza há um ano e meio, Rogério Ceni tem em mãos uma proposta do Atlético-MG, que ainda busca um treinador após demitir Levir Culpi do comando. Campeão da Série B de 2018 e do Estadual desse ano, o ex-são-paulino deve deixar o clube cearense antes do fim do contrato - que vai até dezembro deste ano? Será que ele já está preparado para assumir o Galo?

Confira o que os blogueiros do UOL Esporte pensam sobre a decisão de Rogério Ceni:

ANDRÉ ROCHA

Sair do Fortaleza seria um bom teste para o treinador Rogério Ceni. Porque ele só conheceu o contexto do São Paulo - respeitado como grande ídolo, mas iniciante no ofício - e foi sempre tratado como uma "celebridade" para dar visibilidade à Série B e ao time da capital cearense. Como conseguiu resultados também virou ídolo. Agora o que vier será lucro.

Mas parece injusto largar o barco agora, mesmo compreendendo as ambições do profissional. O Fortaleza abriu as portas, não foi imediatista quando perdeu o estadual de 2018 e agora merecia um pouco mais de tempo do treinador já ambientado e com moral.

JUCA KFOURI

Mais preparado está, sem dúvida, o que não significa que já esteja pronto para pegar o Galo. No lugar dele eu não queimaria etapas e ficaria no Fortaleza até o fim da temporada. Mas entendo que ele se deixe seduzir.

MARCEL RIZZO

Rogério Ceni não deve recusar a proposta do Atlético-MG. O trabalho que faz no Fortaleza é excelente, dentro e fora do campo, mas atingiu o teto. Depois da experiência frustrante no São Paulo, Ceni acertou ao escolher um clube em processo de reestruturação e agora pode dar um passo adiante em um clube dos mais tradicionais em que poderá ajudar a organizar tanto dentro quanto fora de campo.

MENON

Ceni deveria ficar no Fortaleza e começar a ser identificado como um treinador que cumpre contratos. Algo que anda em falta no Brasil. (LEIA MAIS)

PERRONE

A decisão depende do que Rogério planeja para sua carreira neste momento. Se a prioridade for dar continuidade a um trabalho que ele começou, atuar dentro da zona de conforto, num clube que ele já sabe como funciona e no qual conhece bem as peças, sem dúvida, deve ficar no Fortaleza.

Porém, caso Ceni avalie que é hora de dar um passo maior, não deve desperdiçar a chance de treinar o Galo. Só que a mudança representa mais dificuldades. No Fortaleza, escapar do rebaixamento e ficar na frente do Ceará já serão feitos aceitáveis. No Galo, o treinador terá que levar o time a brigar pelo título do Brasileirão. E tendo que montar um plano de jogo com a temporada em andamento, com atletas que não foram contratados por ele e num ambiente desconhecido.

Cedo ou tarde, o ex-goleiro terá que assumir um dos principais clubes do país para fazer a carreira decolar e descolar sua imagem do São Paulo. Na minha opinião ele está muito mais preparado do que quando assumiu o comando do time do Morumbi. A questão é saber se os dirigentes atleticanos estão preparados para entender todas as dificuldades que Ceni enfrentaria no novo trabalho. Ou seja, para tomar sua decisão, Rogério deveria medir o grau de paciência que encontrará no Galo. Se valer a média do futebol brasileiro, ela não será grande.

RENATA MENDONÇA (DIBRADORAS)

Rogério Ceni não deve deixar o Fortaleza para assumir o Atlético-MG. O clube mineiro tem mostrado bastante instabilidade nos bastidores, teve oito técnicos diferentes em menos de três anos, uma média de 3 por ano desde 2016, então não acredito que valha a pena a troca. No Fortaleza, Rogério tem construído uma história, tem crescido junto com o clube, elevando o patamar do time nacionalmente e tem muito mais respaldo.

No Galo, poderia acabar perdendo o emprego em poucos meses se os resultados não vierem, já que esse tem sido o padrão do clube nos últimos anos. Rogério Ceni tem demonstrado um excelente potencial como treinador, acho que está mais maduro e poderá assumir um desafio em um clube grande em breve. Só não acho que esse seja o momento bom pra essa troca. No Fortaleza, ele tem muito mais potencial de demonstrar um bom trabalho e ir crescendo na carreira do que se arriscar ir para um clube instável como tem sido o Galo ultimamente.

Mais Esporte