Topo

Cruzeiro vence Atlético-MG na ida da final com lance polêmico da arbitragem

do UOL

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-04-14T18:01:58

14/04/2019 18h01

O Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 2 a 1 na tarde de hoje, no Mineirão, pela ida da final do Campeonato Mineiro. Marquinhos Gabriel e Léo, em um lance com erro da arbitragem, marcaram para a Raposa. Ricardo Oliveira fez o único do Galo no clássico.

O jogo de volta será no próximo sábado (20), às 16h30 (de Brasília), em local a ser definido. O Galo só precisa de um triunfo para garantir o título, porque teve melhor campanha na primeira fase do torneio. A Raposa, por sua vez, garante a taça com um empate.

O melhor: Marquinhos Gabriel inferniza Guga e deixa o seu

Marquinhos Gabriel foi o principal nome da partida ocorrida na tarde de hoje, no Mineirão. O atacante atuou nas costas de Guga, lateral-direito do Atlético-MG, e teve muita liberdade para chegar ao setor ofensivo. Ele criou boas chances pelo setor e deixou a sua marca ainda no primeiro tempo. O atacante aproveitou saída errada da defesa do Galo e bateu cruzado. A bola desviou em Leonardo Silva e enganou o goleiro Victor.

O pior: Adilson faz partida ruim com muitos erros de passe

O volante do Atlético-MG não foi bem na tarde de hoje, no Mineirão. O camisa 21 cometeu muitos erros de passe e foi displicente em campo. Ele deu muita liberdade aos homens de criação da Raposa no duelo ocorrido no Gigante da Pampulha.

Segundo gol do Cruzeiro tem início em equívoco do árbitro

Léo marcou o segundo gol do Cruzeiro aos 15 minutos do segundo tempo. O problema é que, na origem do lance, houve um equívoco da arbitragem. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães, auxiliado por Michael Correia, assinalou escanteio para a Raposa após divida de Fábio Santos e Adilson com Marquinhos Gabriel. Entretanto, houve tiro de meta na jogada.

Na sequência, Robinho bateu escanteio, Dedé desviou de cabeça e Léo estufou a rede. Os jogadores do Atlético se queixaram da situação. Porém, o VAR não pode ser acionado neste tipo de lance, por se tratar de uma jogada anterior à do gol.

Ricardo Oliveira marca de novo e tem média de 0,8 gol por jogo

Ricardo Oliveira voltou a balançar a rede em um jogo na temporada. O camisa 9 fez 12 gols em 15 partidas disputadas. A média dele é de 0,8 gol por partida em 2019. Na tarde de hoje, ele aproveitou passe de Yimmi Chará para igualar o marcador no segundo tempo da partida.

Fred marca, mas arbitragem anula gol de mão do atacante

Fred aproveitou escanteio cobrado por Egídio aos 34 minutos do segundo tempo e estufou a rede de Victor ao ganhar no alto de Leonardo Silva. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães, contudo, invalidou o gol após revisar o árbitro de vídeo. O camisa 9 da Raposa usou a mão para mandar a bola para o fundo da rede de Victor na ocasião.

Luan faz boa partida, mas se exalta e é substituído no intervalo

Luan fez boa partida no primeiro tempo do jogo de ida da final do Campeonato Mineiro. Escalado pelo lado direito do ataque, o atacante criou boas chances de marcar e até exigiu uma boa defesa de Fábio no primeiro tempo do confronto. No entanto, o camisa 27 se exaltou com frequência na primeira etapa. O atleta causou confusão ao chutar uma bola em Egídio após falta de Elias no lateral-esquerdo do Cruzeiro. Ele recebeu amarelo no lance e, por precaução, foi substituído no intervalo por Maicon Bolt.

Torcedores do Cruzeiro se manifestam sobre gestão do Mineirão

Thiago Fernandes/UOL
Imagem: Thiago Fernandes/UOL

O pedido do Cruzeiro ao governo de Minas Gerais para administrar o Mineirão fez com que a torcida se manifestasse no jogo desta tarde, no Gigante da Pampulha. Os apaixonados colocaram uma faixa no setor vermelho superior com os dizeres "#MineirãoDoPovoZema" (conforme foto acima). A manifestação foi retirada por seguranças da Minas Arena, empresa que gerencia o estádio.

Ficha técnica
Cruzeiro 2 x 1 Atlético-MG

Motivo: ida da final do Campeonato Mineiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de abril de 2019 (domingo)
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Michael Correia
Árbitro de VAR: Bruno Arleu de Araújo

Gols: Marquinhos Gabriel - 45'/1ºT (1-0); Ricardo Oliveira - 10'/2ºT (1-1); Léo - 15'/2ºT (2-1)

Cartão amarelo: Fred, Henrique, Lucas Romero, Edilson, Marquinhos Gabriel e Rafinha (Cruzeiro); Luan, Ricardo Oliveira, Fábio Santos, Adilson, Leonardo Silva, Victor (Atlético-MG)

Cartão vermelho: Rafinha (Cruzeiro); Adilson (Atlético-MG)

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha) e Rodriguinho (Pedro Rocha); Marquinhos Gabriel e Fred.
Técnico: Mano Menezes.

Atlético-MG
Victor; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson, Elias, Juan Cazares (Vina) e Luan (Maicon Bolt); Chará e Ricardo Oliveira (Geuvânio).
Técnico: Rodrigo Santana (interino)

Errata: o texto foi atualizado
14/04/2019 às 00h00
Diferentemente do publicado anteriormente, o Atlético-MG jogou o zagueiro Leonardo Silva e não com Réver.

Mais Esporte