Topo

Venezuela joga com camisa comprada em loja e revolta jogadores

Reprodução/Twitter
Camisa da Venezuela foi comprada em loja Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo

2019-03-26T10:27:13

26/03/2019 10h27

A derrota de ontem (25), por 2 a 1, para a seleção da Catalunha ficou em segundo plano entre os jogadores da Venezuela. Curiosamente, a qualidade dos uniformes foi o tema principal. A fornecedora Givova foi acusada pelo elenco de falsificar as próprias camisas oficiais para o jogo.

A marca teria adquirido o fardamento em uma loja e apenas colado emblemas da Venezuela, números e nomes dos atletas. O volante Tomás Rincón foi o primeiro a denunciar o caso. No Twitter, o jogador postou uma foto e cobrou respeito à camisa da seleção.

"Givova, exigimos máximo respeito com a nossa camisa nacional e com cada integrante da equipe", disse.

Horas depois, a loja Decathlon fez uma postagem no Twitter mostrando que vende o modelo utilizado pela Venezuela, que na verdade pertence à marca Quechua, especializada em esportes de montanha. O produto pode ser comprado online por um preço bem acessível.

Até o momento, a Givova não se pronunciou sobre o caso.

Mais Esporte