Topo

Inter detecta déficit físico e usa tempo fora para recuperação de Tréllez

Ricardo Duarte/Inter
Santiago Tréllez ficou um mês fora do time e está voltando a ser utilizado Imagem: Ricardo Duarte/Inter
do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-03-22T04:00:00

22/03/2019 04h00

O Internacional detectou uma carência física em Santiago Tréllez. Contratado do São Paulo, o centroavante não teve a mesma preparação dos demais. Por isso, na avaliação do clube, não conseguiu render nas primeiras chances, e durante o período fora do time está recuperando a melhor forma.

A pré-temporada do Tricolor foi diferente do habitual. A longa viagem aos Estados Unidos e os trabalhos com a disputa da Florida Cup criaram uma rotina diferente. Tréllez, que não era titular, apenas treinou e entrou durante poucos minutos diante do Ajax.

O calendário viagem e jogos foi duro para treinamentos. Como não entrou contra o Eintracht Frankfurt, Tréllez teve apenas cinco sessões de atividades com o time paulista após as férias.

No São Paulo não havia diagnóstico de déficit físico porque os trabalhos feitos por ele eram os mesmos dos demais jogadores.

Emprestado ao Inter em meados de janeiro, o jogador se apresentou dia 17. Mas após deixar os Estados Unidos, precisou passar na Colômbia, sua terra natal, antes de chegar ao Brasil. Uma vez em Porto Alegre, logo foi para o campo.

O Colorado passava por momentos difíceis no início da temporada e precisava da figura de um centroavante. Ainda em adaptação, ele já estreou contra o São José, pelo Gaúcho.

O problema é que entre o dia que deixou os Estados Unidos, 11 de janeiro, até o início dos treinos pelo Inter, dia 17, foram seis dias de inatividade. E depois 10 dias de trabalhos com Inter, prejudicados pela sequência de partidas que acarreta ao sessões menos intensas, e já o primeiro jogo, dia 27. E em seguida foi titular nos três jogos que seguiram, contra Veranópolis, Brasil de Pelotas e Juventude.

O Inter, então, detectou uma carência de treinamentos mais fortes. Prejudicado pelo início apressado do ano, o colombiano não conseguiu usufruir de sua principal arma: a explosão.

Quando sacado da equipe, os treinamentos para Tréllez voltaram-se a, primeiro, igualar sua capacidade aos demais, seja em ritmo de competição ou condição atlética. Por um mês, ele apenas treinou e foi relacionado, ainda em busca do rendimento ideal, que está sendo retomado gradativamente. Partiu do jogador intensificar a parte física para recuperar o tempo perdido no início do ano.

No clássico Gre-Nal do último domingo, Tréllez jogou por 45 minutos e teve rendimento elogiado pelo técnico Odair Hellmann.

Tréllez, de 29 anos, marcou 19 gols em 40 jogos em 2017 entre o Deportivo Pasto, da Colômbia, e o Vitória. No ano passado ele marcou um gol em três jogos pelo Rubro-Negro e depois foi para o São Paulo, onde foi reserva de Diego Souza, e ainda assim disputou 38 jogos (a maioria entrando no decorrer das partidas) e marcou seis gols. Neste ano soma seis partidas pelo Colorado.

Mais Esporte