PUBLICIDADE
Topo

Goleada mostra Santos carente de peças no banco de reservas

21/03/2019 00h27

O Santos fez mais uma partida pífia no Campeonato Paulista. O Peixe foi goleado pelo Botafogo-SP, por 4 a 0, no estádio Santa Cruz, pela última rodada do torneio estadual.

Mais que isso, o resultado negativo evidenciou que o Santos não tem peças suficientes no banco de reservas para suprir as ausências de jogadores importantes. Além disso, o Alvinegro caiu da segunda para a terceira colocação da classificação geral do Paulistão.

O técnico Jorge Sampaoli voltou a escalar três zagueiros, esquema que deu certo no início do torneio estadual. Porém, a linha alta do Peixe foi facilmente envolvida, deixando espaços e tendo dificuldades no jogo aéreo.

Com 18 minutos, o Santos já perdia por 2 a 0, com duas falhas em bola aérea. Durante o primeiro tempo, o Peixe tinha dificuldade para tocar a bola no meio-campo e apostava nas ligações diretas sem sucesso. Assim como Soteldo, Eduardo Sasha não conseguiu substituir o paraguaio Derlis González à altura.

O Santos só chutou ao gol do Botafogo-SP aos 42 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Gustavo Henrique cabeceou a bola no travessão. Muito pouco para uma equipe que começou a competição finalizando sempre mais de 20 vezes por partida. A posse de bola era favorável, mas o Peixe não conseguiu transformá-la em chances.

No segundo tempo, o Alvinegro voltou apático e não se encontrou. O atacante Rodrygo entrou, mas não conseguiu dar dinâmica e velocidade ao ataque do Peixe. Em sua "reestreia", Lucas Veríssimo completou a cruel noite do Santos ao ser expulso. Nove minutos depois, Rafael Costa marcava seu terceiro gol e selava a goleada em Ribeirão Preto.

O Santos terá somente um treino para ajustar o time titular. O Peixe enfrenta o Red Bull Brasil neste fim de semana, no Pacaembu, pelo jogo de ida das quartas de final do Paulistão.

Esporte