Topo

Palmeiras enfrenta a Ponte Preta com disputa interna e novidade na zaga

do UOL

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

2019-03-20T04:00:00

20/03/2019 04h00

O Palmeiras entra em campo às 21h30 (de Brasília) de hoje já de olho no mata-mata do Campeonato Paulista. Pela última rodada da primeira fase, no Allianz Parque, o Alviverde recebe a Ponte Preta sem um grande objetivo a conquistar, o que permite a Felipão montar um time alternativo que deve incluir até um improviso na zaga.

Os dois treinos realizados na semana foram fechados à imprensa, de modo que a escalação deve ser um mistério até momentos antes de a bola rolar. No entanto Felipão já deu indícios claros da intenção de não correr riscos nesta rodada final, principalmente com os sete jogadores pendurados que, em caso de novo cartão amarelo, seriam desfalques no primeiro jogo das quartas de final.

A intenção de começar o mata-mata "zerado" acaba esvaziando o confronto com a Ponte Preta. Os pendurados e prováveis poupados são Mayke, Diogo Barbosa, Felipe Melo e Moisés. Luan também tem dois cartões, mas já seria desfalque por lesão; Borja pode "herdar" a vaga do lesionado Deyverson; e a lista termina em Thiago Santos, que só deve jogar por extrema necessidade.

Além do já citado Luan, lesionado, outros três zagueiros não têm condições de jogo: Gustavo Gómez serve à seleção paraguaia; Antônio Carlos cumpre suspensão; e Vitão tem problema muscular. Neste cenário, falta um defensor para jogar ao lado de Edu Dracena, e há duas opções: improvisar Thiago Santos, como o próprio Felipão sugeriu em entrevista após a vitória sobre o São Paulo, ou promover a estreia de Patrick de Lucca, que acaba de ser inscrito no Paulistão.

No mais, Weverton está com a seleção brasileira, enquanto Dudu e Gustavo Scarpa devem ganhar descanso. A princípio Ricardo Goulart também seria poupado, mas tal possibilidade diminuiu desde que Deyverson sofreu lesão no treino de segunda-feira (17). A tendência é que Lucas Lima e Carlos Eduardo tenham oportunidade, e a referência seja de Goulart ou Borja, enquanto Zé Rafael e Felipe Pires disputam a vaga restante no setor ofensivo.

Ainda que a partida de hoje não seja determinante para as ambições do Palmeiras, há dois objetivos secundários em jogo. Um empate garante a liderança do grupo B do Estadual, enquanto uma vitória leva o Alviverde aos 25 pontos e lhe dá a chance de fechar a primeira fase na liderança geral, a depender dos resultados de Red Bull (24 pontos) e Santos (23). A Ponte Preta, por outro lado, já está eliminada.

Com a classificação palmeirense assegurada, o que mais atrai interesse para a partida é a disputa interna em um elenco recheado, como explicou Bruno Henrique em conversa com o UOL Esporte durante a semana. "Em qualquer tipo de jogo nós tentamos mostrar que temos condição de brigar pela posição. Com certeza quem estiver nesse jogo terá intuito de mostrar trabalho ao Felipão, fazer bem feito", disse o meio-campista.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras x Ponte Preta

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 20 de março de 2019
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Henrique de Gois
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Risser Iarussi Corrêa

Palmeiras: Fernando Prass (Jailson); Marcos Rocha, Thiago Santos (Patrick de Lucca), Edu Dracena e Victor Luis; Jean, Bruno Henrique e Lucas Lima; Zé Rafael (Felipe Pires), Carlos Eduardo e Borja (Ricardo Goulart). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Ponte Preta: Ivan; Luis Ricardo, Reginaldo, Renan Fonseca e Diego Renan; Nathan, Gerson Magrão, Matheus Oliveira, Matheus Vargas e Júlio César; Thalles. Técnico: Jorginho.

Mais Esporte