PUBLICIDADE
Topo

Reserva na Seleção, Gabriel Jesus fala sobre Copa apagada: 'Foi difícil'

19/03/2019 17h29

Depois de uma Copa do Mundo sem gols e de ver Sergio Agüero marcando gols sem parar com a camisa do Manchester City, Gabriel Jesus comentou sobre o comento conturbado que passou em sua carreira, nesta terça-feira, na coletiva de imprensa da Seleção Brasileira, em Portugal.

O atacante do City afirmou que seu desempenho na Copa e as críticas que sofreu foram difíceis de digerir, mas que hoje não interfere em sua performance dentro de campo.

- Hoje não pesa nada, mas foi muito difícil assimilar isso. Minha família e meus amigos me ajudaram muito. Não vivo esse momento hoje por má fase minha, e sim pela grande fase do Agüero. Quando eu jogo ajudo o time. Depois da Copa eu ainda pensava muito, foi meu momento mais difícil como jogador. Mas superei, trabalhei e conquistei de novo meu espaço. Isso me abalou apenas no começo da temporada, faz tempo que não abala mais - disse Jesus.

Gabriel, no entanto, será reserva no amistoso da Seleção Brasileira, no próximo sábado, contra o Panamá, dando lugar a Roberto Firmino como comandante do ataque brasileiro. No City, Jesus também é o reserva de Aguero, e para o atacante, esta fase é completamente normal na vida de um jogador, que teve ascensão meteórica na carreira, com apenas 21 anos.

- Tive um momento muito bom na carreira e na vida, surgi e alcancei as coisas muito rápido, dei uma parada e acho que é normal. Tenho 21 anos, não tenho que apressar as coisas. Estou buscando a titularidade contra um cara que é o maior goleador do clube (Aguero, no City). Fiquei 10 dias parado por uma lesão e nessa reta final quero ajudar meu time a ter conquistas - destacou Jesus, já comentando sobre a disputa com Roberto Firmino por um lugar no ataque da Seleção.

- No jogo, quando não pegamos na bola, ficamos incomodados e saímos da área. Somos parecidos em muitas coisas. Sou muito fã do Firmino, ele tem jogado muito, ajudado muito seu clube e a Seleção. É um cara super do bem e me dou muito bem com ele, só não torço quando ele joga contra o City. Espero que ele faça uma bela história na Premier League, pelo Liverpool, e aqui na Seleção - completou.

Esporte