PUBLICIDADE
Topo

Sete pendurados e Thiago Santos na zaga: como Palmeiras se prepara para 4ª

Thiago Santos comemora gol do Palmeiras contra o RB Brasil - Daniel Vorley/AGIF
Thiago Santos comemora gol do Palmeiras contra o RB Brasil Imagem: Daniel Vorley/AGIF

18/03/2019 08h00

A vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo, no sábado, garantiu o Palmeiras nas quartas de final do Campeonato Paulista, para enfrentar o Novorizontino. Mas o time ainda tem um último compromisso pela fase inicial do Estadual, contra a Ponte Preta, na quarta-feira (20), no Allianz Parque, e o técnico Luiz Felipe Scolari sofre para escalar o time, já com uma expectativa de improviso na zaga.

"De zagueiro, não terei o Gómez, o Luan, o Antonio Carlos pelo terceiro cartão. Só tenho um zagueiro, o Dracena, por enquanto. Vou arranjar outro zagueiro ali porque mesmo o Vitão está machucado. Quem sabe improviso o Thiago de zagueiro. Vamos ver, não sei", declarou Felipão.

Os problemas no setor são os mais variados: Luan se recupera de estiramento na coxa esquerda, Gustavo Gómez estará coma seleção paraguaia, Antonio Carlos cumpre suspensão pelo terceiro amarelo e Vitão, inscrito na lista de jovens do Paulista, tem problemas físicos. Por isso, o volante Thiago Santos, que chegou a ser escalado como zagueiro por Cuca em 2016, deve fazer companhia a Edu Dracena. Mas, a partir das quartas de final, o planejamento é de ter mais uma opção na zaga.

"O Juninho não está inscrito, mas, por sinal, é um jogador que vou inscrever depois do jogo contra a Ponte Preta. Tenho gostado muito dos treinamentos e da forma como ele se comporta. Independentemente de uma ou outra pessoa da torcida do Palmeiras possa não gostar dele, tem se dedicado, e precisamos de um zagueiro de pé esquerdo", afirmou.

Para quarta-feira, além de Gómez, Luan, Antonio Carlos e Vitão, quem completa o quinteto de desfalques é o goleiro Weverton, convocado para a Seleção Brasileira. Mas Scolari ainda deve poupar cinco jogadores que estão pendurados, já que os cartões zeram a partir das quartas de final, mas um terceiro amarelo na última rodada da primeira fase do Estadual.

Estão pendurados o lateral-direito Mayke, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, o volante Felipe Melo, o meio-campista Moisés e o atacante Borja - completam a lista Thiago Santos, que jogará por necessidade, e Luan, já desfalque por lesão. Desta forma, é provável que joguem o lateral-direito Marcos Rocha, o lateral-esquerdo Victor Luis, os volantes Jean e Bruno Henrique e o atacante Deyverson, já livre de suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo.

"Tem sete (pendurados) com cartões amarelos. Tenho de estudar. Não tenho o Gómez e o Weverton, mas tenho tranquilamente goleiros. Vou ver o que farei para o jogo. Mas agora, classificados, dá para relaxar um pouco", comentou Felipão.

Na definição da escalação, Dudu, Gustavo Scarpa e Ricardo Goulart também devem ganhar descanso. Assim, nomes como Lucas Lima, Carlos Eduardo, Felipe Pires, Raphael Veiga e Zé Rafael podem sonhar com oportunidades. A partida será às 21h30, no Allianz Parque.

Esporte