PUBLICIDADE
Topo

Volta Redonda x Vasco: Piris da Motta compara empates recentes

17/03/2019 01h20

O Flamengo não teve a mais inspirada das atuações no 0 a 0 contra o Volta Redonda, neste sábado, mas ainda sim, teve chances para levar os três pontos e a classificação antecipada para o no Maracanã. O Rubro-negro esbarrou na grande atuação do goleiro Douglas Borges e nos erros de arbitragem, que deixou de marcar um pênalti e anulou um gol legal do time da Gávea. Para Piris da Motta, a atuação foi semelhante a do jogo contra o Vasco, há uma semana.

Assim como boa parte do time que entrou em campo na noite de ontem, o paraguaio atuou também no empate em 1 a 1 contra o Cruzmaltino, pela rodada passada da Taça Rio. Além do resultado, o volante identificou semelhanças entre os acontecimentos da partida deste sábado e o clássico dos milhões, há exatamente oito dias:

- Acho que foi a mesma coisa do jogo passado: faltou 'fechar' o jogo. Acho que no primeiro tempo tivemos três ou quatro chances para fazer o gol e não fizemos. Isso está jogando contra nós. Temos matar o jogo mais cedo para garantir os três pontos.

Contra o Volta Redonda, o Flamengo utilizou, ao todo, sete "crias do ninho", além de Trauco, Uribe e o próprio Piris, considerados reservas. A justificativa de um time misto, no entanto, não colou com os torcedores presentes no Maraca. Após o segundo empate seguido no Carioca, ouviu-se vaias pra os comandados de Abel Braga. O camisa 25 analisou a cobrança da maior torcida do Brasil.

- Seja equipe A, equipe B ou equipe C, vai ser sempre a mesma pressão. Entramos com um time que não tem jogado, assim como foi contra o Vasco. Foi um bom jogo, só faltou fazer o gol, o que não aconteceu - insistiu, e completou:

- Agora é pensar no jogo que vem para buscar a classificação.

O Flamengo aguarda o resultado entre Cabofriense e Vasco, que jogam hoje, às 16h, para saber se vai à última rodada, contra o Madureira, nesta terça-feira (20), às 20h30, dependendo somente de si para ir à fase final da Taça Rio. Caso vença, o time de Cabo Frio alcança os nove pontos e a vice-liderança do Grupo B, deixando a terceira posição para o Fla (8 pontos), que precisa bater o Madura e torcer para o Alviverde do litoral não vencer sua última partida.

Esporte