PUBLICIDADE
Topo

Primeiro clássico e estreia: Ganso e Diego Souza são estrelas no 'Vovô'

17/03/2019 07h00

Sem grandes estrelas nos últimos anos, Fluminense e Botafogo decidiram investir alto nesta temporada. Se tem algo em comum entre as duas equipes é que ambas encontraram em jogadores de nome, mas que estavam em baixa, uma chance de empolgar seus torcedores e tentar melhores rendimentos em 2019. O clássico deste domingo, no Maracanã, marcará o encontro desses dois jogadores: Paulo Henrique Ganso e Diego Souza. A partida terá transmissão em tempo real do LANCE!.

Ganso não pôde atuar na Taça Guanabara por não ter sido inscrito a tempo e, por isso, perdeu os três clássicos disputados pelo Fluminense na temporada. Inclusive, contra o Flamengo, na semifinal do primeiro turno, seu vídeo comemorando no camarote do Maracanã viralizou nas redes sociais.

O camisa 10 deixou a torcida apreensiva na partida contra o Boavista, quando deixou o gramado na metade do segundo tempo. Ele, porém, destacou que foi apenas um descanso. Nada que o tire do clássico contra o Botafogo, o seu primeiro com a camisa do Tricolor.

- Foi só uma pancada, de leve. Saí para me preservar e para colocar todo mundo para jogar, também, o que é importante para o nosso grupo. O Diego Souza também é um grande jogador. É bom para o futebol do Rio, para o futebol brasileiro, ver grandes jogadores dentro de campo - disse.

Ganso é a esperança do Fluminense por ser o líder em assistências para finalizações do futebol brasileiro. Ele tem uma assistência e um gol marcado com a camisa tricolor. A tendência é que o meio-campista seja novamente uma dos destaques do Tricolor no clássico - até aqui, a equipe está com retrospecto de uma vitória e duas derrotas.

Recebido nos braços da torcida, Diego Souza procura reencontrar o bom futebol após meses irregulares no São Paulo e terá espaço para isso no Alvinegro, que carecia de nomes para o setor ofensivo. Depois de ser regularizado no BID, é provável que o atleta de 33 anos estreie pelo time de General Severiano logo em um clássico contra o clube que o revelou.

Apesar de ter jogado como meio-campista em grande parte da carreira, Diego Souza chega, inicialmente, para assumir a posição de nove no Botafogo. Pelo menos é o que diz o treinador Zé Ricardo, que teve problemas no ataque nessa temporada, já que as únicas opções para o setor eram Kieza e Igor Cássio, que ainda busca reencontrar ritmo de jogo após sofrer uma lesão no ano passado.

- (Diego Souza) Está relacionado, sem dúvida. Treinou bem essa semana. Vai pro jogo. Temos que quebrar a cabeça mais um pouco nesses dois dias que faltam para definir a melhor forma de usá-lo. Jogador versátil, inteligente para entender funções. Provavelmente começará como centroavante, mas nada impede que jogue saindo da área - afirmou o treinador.

Mesmo sendo artilheiro do São Paulo no ano passado, o fim da passagem de Diego Souza pelo Morumbi não foi dos melhores e, por isso, o atleta possui o objetivo de reencontrar as boas atuações em General Severiano. O primeiro teste pela equipe será logo um teste de fogo, mas sua presença pode ser importante para o Alvinegro, que precisa vencer para continuar nutrindo o sonho de estar nas semifinais da Taça Rio.

Esporte