Topo

De freguês a favorito: Palmeiras ouviu a valsa e nunca mais perdeu do SPFC

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Dudu recebeu placa por golaço de cobertura marcado contra o São Paulo Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
do UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

2019-03-15T04:00:00

15/03/2019 04h00

No dia 27 de maio de 2017, o são-paulino pôde comemorar a sua última vitória em cima do Palmeiras. Com direito a valsa para homenagear os 15 anos de tabu no Morumbi, o São Paulo comemorava a marca e não sabia que aquela seria sua última comemoração dali para frente quando o assunto é Choque-Rei.

Desde então, os times se enfrentaram mais quatro vezes, com quatro triunfos palmeirenses. Foram 11 gols marcados e apenas três sofridos e a quebra do tabu na casa rival com a vitória que encaminhou o Alviverde para a conquista do Brasileirão do ano passado, com gols de Gustavo Gómez e Deyverson.

A mudança no rumo do confronto, aliás, é percebida no histórico dos últimos duelos. Em dez jogos, foram sete triunfos palmeirenses e apenas duas derrotas, com 19 gols marcados e oito sofridos. As marcas a favor do alviverde continuam.

O São Paulo nunca conseguiu sequer um ponto no Allianz Parque e não vence o seu rival pelo Paulistão desde 2009, com seis triunfos palmeirenses e três empates. Os jogos ainda ficaram marcados por gols históricos como o de Dudu e Robinho, por cobertura.

"A gente fica focado no dia a dia e feliz que tem esse histórico. Vamos tentar manter esse tabu, essa história. Claro que tudo depende de como vamos entrar em campo, da maneira que a equipe vai ser postada no Felipão, para conseguir a vitória. Queremos fazer uma boa partida e continuar com esse histórico", disse Marcos Rocha em entrevista coletiva ontem.

A próxima meta palmeirense, agora, é empatar o confronto histórico. Nas contas divulgadas pelo site do Alviverde, são 312 jogos, com 109 vitórias são-paulinas e 104 palmeirenses.

Mais Esporte