PUBLICIDADE
Topo

Pepe cita Coutinho como maior camisa 9 da história: 'Extraordinário'

12/03/2019 11h53

Pepe, o Canhão da Vila, fez sua última homenagem a Coutinho, que está sendo velado no Salão de Mármore da Vila Belmiro, nesta terça-feira.

Ambos participaram de um dos melhores ataques de todos os tempos. Eles tinham a companhia de Pelé, Dorval e Mengálvio. Pepe, inclusive, citou Coutinho como o maior camisa 9 da história do futebol.

- As tabelinhas com Pelé ficaram marcadas para sempre. Nasceram ali as tabelas no futebol. Santos teve outros grandes centroavantes como Pagão e Toninho Guerreiro, mas Coutinho foi o maior de todos. Não havia tempo ruim. Uma lacuna difícil de ser preenchida e nosso coração está de luto, o Santos também. Nosso amigo de sempre merece descansar em paz - disse Pepe.

Pepe também ressaltou que o Santos está de luto por perder uma figura incrível. Juntos, marcaram 773 gols pelo Peixe.

- A gente perde um amigo de todas as horas. Nossa amizade continuou depois de paramos de jogar. Santos está de luto, perdeu um jogador extraordinário e uma figura humana incrível. Estamos muito triste, fez parte do nosso grande ataque, que me orgulho e eu era o único cara pálida de uma crioulada fantástica - relembrou o ex-atacante.

Antônio Wilson Vieira Honório nasceu em 11 de junho de 1943, na cidade de Piracicaba (SP). Com apenas 14 anos, o atacante fez sua estreia profissional pelo Santos, em 1958. Ele permaneceu no Peixe até 1968, e depois retornou para mais uma passagem em 1970.

Entre seus principais títulos pelo Santos estão seis Campeonato Paulistas, cinco títulos da Taça Brasil, além de duas LIbertadores da América e dois Mundiais Interclubes.

Coutinho é o terceiro maior artilheiro da história do Santos, com 368 gols marcados em 457 jogos, atrás apenas de Pepe, com 403 gols, e Pelé, com 1.091 gols. Ele fez parte do lendário ataque formado por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. O artilheiro era considerado o melhor parceiro que Pelé já teve.

Esporte