PUBLICIDADE
Topo

Sem grana, Flu atrasa salário e vê Cruzeiro crescer na briga por Everaldo

Atacante Everaldo durante treino do Fluminense: jogador é disputado por dois grandes - Lucas Merçon/Fluminense
Atacante Everaldo durante treino do Fluminense: jogador é disputado por dois grandes Imagem: Lucas Merçon/Fluminense
do UOL

Leo Burlá e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte

09/03/2019 04h00

Valorizado no mercado da bola, o atacante Everaldo é objeto de desejo do Fluminense, seu atual clube, e do Cruzeiro, que pretende tê-lo vestindo azul em muito breve. Em 12 jogos no ano, ele já marcou quatro vezes e deu passes para outros dois gols.

Com contrato até maio com o Flu, o jogador ainda não definiu seu futuro, mas acompanha de perto uma disputa que acontece nos bastidores. O Tricolor tem a preferência pela compra de 50% dos direitos do jogador e já manifestou sua intenção de pagar os R$ 2 milhões exigidos pelo Velo Clube (SP). Apesar de confiar na vontade de Everaldo em seguir no Rio de Janeiro, os tricolores esbarram em um velho e recorrente problema: a falta de dinheiro.

O clube ainda não pagou nenhum dos dois meses de salários no ano e vai aguardar até o último momento para levantar a quantia pelo camisa 37. Fazer o negócio sem que o grupo esteja com tudo quitado é uma estratégia proibida nas Laranjeiras. Além da compra da metade dos direitos, o Tricolor já sabe que terá de abrir a carteira para renovar com o jogador, que chegou como uma aposta e hoje tem status de titular absoluto. Uma oferta formal ainda não foi feita, mas a cúpula entende que um reajuste será algo natural e merecido.

Na outra ponta do negócio, o Cruzeiro aposta no poder financeiro e no desejo do estafe para ter o atacante em definitivo. O clube até marcou um encontro com os agentes do jogador para tentar avançar na contratação. Na próxima segunda-feira, os mineiros terão uma reunião para tentar caminhar na direção de um final feliz.

Nelsinho Baptista, um dos empresários do atacante de 24 anos (e também filho do treinador), é quem mantém conversas com Itair Machado, vice-presidente de futebol do clube. A dupla já arquitetou a oferta e a apresentou a Fluminense e ao Velo. A ideia é pagar R$ 2,5 milhões aos paulistas, sendo R$ 2 milhões à vista e R$ 500 mil de forma parcelada, por 50% dos direitos econômicos. Além disso, os mineiros estão dispostos a liberar dois nomes para o Tricolor das Laranjeiras por empréstimo, arcando com 70% dos salários.

A busca pelo reforço é um pedido de Mano Menezes. O técnico quer um atacante velocista para atuar pelo lado do campo e crê que o atleta se encaixa no perfil necessitado para 2019. 

O atleta de 24 anos receberia o dobro do que fatura atualmente no Fluminense. A proposta salarial feita pelos mineiros mexeu com o estafe do jogador, que vê uma boa chance de ampliar também o que recebe com o atleta. Na saída da partida contra o Ypiranga, o atleta deixou claro que não sabe qual camisa vestirá. Cada qual com suas armas, tricolores e cruzeirenses duelam para ver quem leva a melhor.

Esporte