PUBLICIDADE
Topo

Em jogo agitado, Werder Bremem bate Schalke no Alemão

08/03/2019 19h05

Com gols do atacante Milot Rashica (2), Max Kruse e Harnik, além de uma boa atuação do goleiro Pavalenka, o Werder Bremer venceu o Schalke 04 por 4 a 2 nesta sexta-feira, em partida que teve um segundo tempo animado. O suíço-camaronês Embolo, que fez um ótimo jogo, fez os dois pelo lado azul, no duelo no Weserstadium, válido pela 25ª rodada do Campeonato Alemão.

O resultado bota o Werder na 8ª posição, a três pontos da zona de classificação para a Liga Europa. Já o Schalke estaciona numa região perigosa da tabela. Na 14ª colocação, a equipe de Dortmund está apenas a quatro pontos do Z4, com uma partida a mais que os rivais abaixo.

Primeiro tempo ruim termina empatado

Os primeiro 45 minutos foram de equilíbrio e de muitos erros técnicos. Na primeira chance do jogo, que só veio aos 26', o atacante Embolo invadiu a área, ganhou da marcação, e executou um boa finalização para vencer Pavalenka. Os azuis reais quase ampliaram logo em seguida, com Skrzybski, mas perdeu e foi castigado. Isso porque aos 31', Rashica converteu o cruzamento que veio da esquerda e empatou.

Segundo tempo frenético

Se a primeira etapa foi de poucas chances claras, a segunda foi o oposto. Embolo começou novamente dando trabalho, e cabeceou boa chance nas mãos de Pavlenka. Em seguida, aos 2', Kruse sofreu o pênalti, marcado após revisão pelo VAR, e bateu com frieza. Foi a virada do Werder.

Aos 63', o Schalke respondeu com um chute poderoso de Skrzybski em rebote de escanteio, que o goleiro do Werder voou para defender. Aos 73', Eggestein atraiu a zaga do adversário, e cabeceou. A bola sobrou para Rashica, livre de marcação, só completar. Era o 3 a 1 e a calmaria para o time de Bremem.

Embolo bota fogo no jogo

Um pesadelo para a defesa do Werder dura toda a partida, o suíço-camaronês apareceu de novo. Em jogada de escanteio, o camisa 36 subiu mais que todo mundo e diminuiu para o Emanuel 04, como o time é conhecido, e incendiou o duelo a cinco minutos do fim. O golpe de misericórdia, no entanto, já no quarto minuto de acréscimo. Harnik invadiu a área, bateu cruzado, e deu números finais ao placar.

Esporte