PUBLICIDADE
Topo

Com Luan lesionado, Antonio Carlos avisa Felipão: 'Por mim, jogaria todas'

08/03/2019 16h00

O estiramento na coxa esquerda de Luan, que não o deixará jogar, ao menos, até o fim do mês, abre espaço para Antonio Carlos jogar mais. Parceiro de Edu Dracena nas duplas montadas pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o zagueiro foi escolhido para atuar ao lado de Gustavo Gómez tanto quando Luan se machucou, contra o Santos, quanto na quarta-feira, contra o Junior Barranquilla. E se coloca à disposição para enfrentar o Mirassol neste sábado.

- Por mim, eu jogaria todas as partidas possíveis, mas claro que nem sempre é assim, até porque não podemos esquecer da questão física, não dá para sobrecarregar e depois lá na frente sentir alguma lesão mais séria - disse o defensor, admitindo o peso de partidas tão próximas.

- Infelizmente é normal, já estamos acostumados com esse calendário apertado de jogos no Brasil. De qualquer forma, independente de quem for jogar, estamos bem servidos, nosso elenco é muito forte - disse o camisa 25, que deve ser utilizado na terça-feira, contra o Melgar, do Peru, no Allianz Parque, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Além da vitória por 2 a 0 na estreia do time na competição continental, Antonio Carlos comemora uma semana especial. O zagueiro completou 26 anos de idade nessa quinta-feira e chegou a uma estatística particular em Libertadores positivo: em dez partidas, sete vitórias, dois empates e somente uma derrota, resultando em um aproveitamento de 76,67%.

- Estou muito feliz por completar mais um ano de vida, com saúde, ao lado da família e fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol. Além disso, ainda pude comemorar uma importante vitória na nossa estreia na Libertadores. Sem dúvidas, um ótimo presente, e que siga assim. Sabemos o que representa uma competição como essa e vamos em busca do título. É o grande objetivo de todos aqui - apontou.

Antonio Carlos ainda tem mais um dado positivo a comemorar: não perdeu nas últimas 16 vezes em que entrou em campo. A última derrota do zagueiro foi na vitória por 1 a 0 do Cruzeiro, em 12 de setembro, no Allianz Parque, na ida das semifinais da Copa do Brasil - na volta, ficou 1 a 1 e o Palmeiras foi eliminado.

Esporte