PUBLICIDADE
Topo

Veja dez jogos históricos de Neymar em dez anos de carreira profissional

07/03/2019 07h35

Há exatamente dez anos, o garoto Neymar entrava em campo pela primeira vez como jogador profissional. Já badalado nas categorias de base do Santos, o atacante só estreou pelo clube em 7 de março de 2009, na vitória por 2 a 1 sobre o Oeste, no Paulistão daquele ano. Poucos dias depois, em 15 de março, ele marcou seu primeiro gol, no triunfo por 3 a 0 diante do Mogi Mirim.

Dali em diante, o jovem não parou mais e provou que a expectativa criada em torno de sua carreira era totalmente verdadeira. Faz uma década que Neymar vem jogando em alto nível, com atuações impactantes, como os cinco gols na goleada do Peixe por 8 a 1 sobre o Guarani, pela Copa do Brasil, em 2010, ou os quatro tentos no triunfo por 4 a 1 sobre o Athletico-PR, no Brasileirão-2011. No então, não são apenas essas. Por isso, o LANCE! elencou dez apresentações históricas de Neymar ao longo de seus dez anos de carreira profissional.

2/5/2010 - SANTOS 2 x 3 SANTO ANDRÉ - FINAL PAULISTÃO-2010

Com mais de um ano de futebol profissional, Neymar já era um dos grandes jogadores do país, com várias atuações de encher os olhos de alegria e o coração dos santistas de esperança, mas ainda não havia sentido o gosto de ser campeão. Realização que veio em maio de 2010, quando o Peixe disputou a segunda partida da final do Paulistão daquele ano contra o Santo André.

Após vencer o jogo de ida por 3 a 2, o clube da Baixada Santista foi derrotado por 3 a 2 na volta. Apesar dos placares iguais, havia a vantagem por ter registrado uma campanha melhor na primeira fase. Neymar marcou os dois gols do Santos no duelo e foi importantíssimo, atuando como "gente grande", na conquista de seu primeiro título. Confronto que entrou para sua história.

22/6/2011 - SANTOS 2 x 1 PEÑAROL - FINAL LIBERTADORES-2011

Com mais de dois anos de profissional, Neymar sobrava no futebol do país, já carregava três títulos nas costas, integrava a Seleção Brasileira e caminhava para escrever definitivamente seu nome na história do Santos, ajudando na conquista de um troféu que o clube não levantava havia quase 50 anos: a Copa Libertadores. Depois de uma dura competição, a tão esperada decisão chegara.

Após empate em 0 a 0 com o Peñarol, no Uruguai, o Peixe recebeu o adversário no Pacaembu para a disputa do jogo de volta e Neymar não decepcionou o torcedor santista, que viu sua joia ser o melhor em campo e anotar o primeiro gol da vitória por 2 a 1, que trouxe de volta para a Vila Belmiro o título de campeão da Copa Libertadores-2011, Outra partida marcante do atacante.

27/7/2011 - SANTOS 4 x 5 FLAMENGO - BRASILEIRÃO-2011

O duelo entre Santos e Flamengo seria apenas mais um no Campeonato Brasileiro de 2011 se não marcasse o encontro de dois craques de duas diferentes gerações do futebol do país: de um lado o jovem Neymar e do outro o já experiente Ronaldinho. Para completar, o jogo foi realizado na Vila Belmiro, palco em que desfilou o maior jogador de todos os tempos.

E a partida fez jus a todos os elementos que a cercavam, terminando com o placar de 5 a 4 para o clube carioca, que tinha desvantagem de 3 a 0 no primeiro tempo e conseguiu empatar antes do intervalo. Conseguindo a virada na segunda etapa, menos tendo ficado em desvantagem novamente. Neymar marcou duas vezes, sendo que uma delas lhe rendeu o prêmio Puskas de gol mais bonito daquele ano. Já Ronaldinho anotou três tentos. Apesar de ser uma derrota, foi mais um confronto para a história do menino da Vila.

7/3/2012 - SANTOS 3 x 1 INTERNACIONAL - LIBERTADORES-2012

No dia em que completava três anos de profissional, Neymar resolveu dar um presente para a torcida santista que estava na Vila Belmiro para assistir ao confronto diante do Internacional, pela fase de grupos da Copa Libertadores de 2012. Além da vitória por 3 a 1, o atacante do Santos proporcionou um espetáculo dentro de campo que ficou marcado em sua história.

Neymar marcou os três gols santistas na partida, sendo o primeiro na etapa inicial, algo que já coroava uma atuação acima da média. Mas o melhor ficou para o segundo tempo, em que o Menino da Vila antou dois tentos antológicos levando praticamente a defesa inteira adversária e finalizando a jogada com um toque de classe para vencer o goleiro Muriel. Atuação extraordinária.

3/11/2012 - CRUZEIRO 0 x 4 SANTOS - BRASILEIRÃO-2012

Apesar de não conseguir completar metade das partidas do Santos no Brasileirão de 2012 por conta das convocações para a Seleção, Neymar era, com sobras, o melhor jogador daquela competição e provou isso em um duelo que parecia ser apenas mais uma rodada para dois times que estavam no meio da tabela e pareciam sem grandes aspirações no momento.

No entanto, um jogador muito acima da média pode transformar qualquer jogo em espetáculo e foi isso que Neymar fez ao marcar três gols na goleada por 4 a 0 sobre o Cruzeiro, no Independência. A atuação espetacular do craque fez com que a torcida da Raposa aplaudisse o que foi apresentado a ela, em um raro momento de reconhecimento do talento alheio no futebol brasileiro.

30/6/2013 - BRASIL 3 x 0 ESPANHA - FINAL COPA DAS CONFEDERAÇÕES-2013

Depois do vexame na Copa América de 2011 e da frustração pela medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, Neymar ainda buscava um título com a Seleção Brasileira e a Copa das Confederações no Brasil, em 2013, era o cenário perfeito para essa conquista tão esperada. Apesar de, naquele momento, ainda não ter estreado pelo Barcelona, já era jogador do clube.

Com uma boa primeira fase batendo Japão, México e Itália, depois o Uruguai, na semifinal, o Brasil chegou para a decisão do torneio para enfrentar a Espanha, a então campeã do mundo. Tendo como palco um Maracanã lotado, a Seleção teve apresentação espetacular, com Neymar inspirado e autor de um golaço, sendo o melhor do jogo e da Copa das Confederações. Atuação determinante, em casa, para seu primeiro título com a Amarelinha.

6/6/2015 - JUVENTUS 1 x 3 BARCELONA - FINAL LIGA DOS CAMPEÕES-14/15

Um ano após o drama da lesão na coluna nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014, quando o Brasil sofreu uma derrota vexatória na semifinal contra a Alemanha, Neymar se preparava para disputar sua primeira final de Liga dos Campeões na temporada 2014/2015. A decisão, marcada para Berlim, na Alemanha, envolveu Juventus e Barcelona.

Sob o comando do trio MSN (Messi, Suárez e Neymar), o clube catalão teve grande atuação diante do time italiano e venceu por 3 a 1, com gols de Rakitic, Suárez e Neymar, que fechou a conta e sacramentou o título inédito em sua carreira. Além do tento, o camisa 10 da Seleção participou ativamente das jogadas ofensivas e teve um gol anulado, por conta de um toque de mão.

20/8/2016 - BRASIL 1 (5) x (4) 1 ALEMANHA - FINAL JOGOS OLÍMPICOS-2016

Novamente em torneio no Brasil com uma enorme pressão para vencer, Neymar desembarcou no país para disputar sua segunda Olimpíada na carreira, dessa vez em busca da medalha de ouro, que escapara em 2012. Principal ícone de uma Seleção em crise, o jogador carregava nas costas recentes vexames do selecionado nacional e a única resposta possível seria levar os torcedores a comemorarem a conquista inédita.

Depois de uma primeira fase ruim, os brasileiros só deslancharam no mata-mata e chegaram para a decisão contra a Alemanha, que em 2014 humilhou a Seleção principal no Mineirão. Mais uma pressão para carregar, dessa vez no Maracanã lotado. Neymar tratou de acabar todos esses pesos e marcou um espetacular gol de falta para abrir o placar, mas o time não segurou a vantagem, sofreu o empate e a decisão foi para os pênaltis. Após Wéverton defender a derradeira cobrança alemã, o camisa 10 teve a responsabilidade de bater a última brasileira. E ele balançou a rede para garantir o ouro inédito.

8/3/2017 - BARCELONA 6 x 1 PSG - LIGA DOS CAMPEÕES-16/17

Em confronto válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões 2016/2017, o PSG havia batido o Barcelona por 4 a 0, na partida de ida, o que tornava a volta uma missão quase impossível para o os catalães reverterem no jogo no Camp Nou. Mas essas missões se tornam mais fáceis com Messi, Suárez e Neymar jogando a seu favor. E a virada heroica e histórica aconteceu.

O Barça venceu o time francês por 6 a 1, sendo que aos 43 minutos do segundo tempo o placar apontava 3 a 1 para os espanhóis, insuficiente para a classificação, que exigia mais três. Foi aí que brilhou a estrela de Neymar, marcando belo gol em cobrança de falta e, aos 46, mais um em cobrança de pênalti, recolocando o time no jogo. Aos 50, Sergi Roberto balançou a rede para determinar a vaga nas quartas de final, que parecia perdida.

17/1/2018 - PSG 8 x 0 DIJON - CAMPEONATO FRANCÊS-17/18

Em sua primeira temporada no PSG, onde se tornou o jogador mais caro da história do futebol, Neymar teve atuações em que parecia disputar um esporte diferente dos demais colegas de trabalho, principalmente no Campeonato Francês, em que seu time sobra por conta do nível técnico da concorrência. No entanto, uma dessas apresentações foi a mais destacada de sua passagem.

Contra o Dijon, em janeiro de 2018, o clube parisiense aplicou uma goleada por 8 a 0 e Neymar foi o personagem principal desse atropelamento na França. Com quatro gols e duas assistências, o brasileiro teve atuação de gala, e levou nota dez do jornal L'Equipe, fato muito raro na história da publicação. Apesar de toda essa apresentação histórica, o jogo ficou marcado também pelo fato de o atacante não ter deixado Cavani cobrar um pênalti.

Esporte