PUBLICIDADE
Topo

Perdeu treino no Santos... Relembre as polêmicas com o peruano Cueva

07/03/2019 12h48

O meia peruano Cristian Cueva, de 27 anos, acumula polêmicas na carreira. A mais recente foi o atraso no treino do Santos, o que fez o jogador ser afastado da partida entre Santos x América RN, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Com passagens por Toluca (MEX), São Paulo, Krasnodar (RUS) e destaque da seleção peruana, o meia é conhecido por "causar" dentro e fora de campo.

Em sua passagem pelo Tricolor, Cueva acumulou atrasos e faltas em treinos. Em novembro de 2017, o meia se atrasou após a classificação do Peru para a Copa do Mundo. Na ocasião, o clube havia marcado sua volta na sexta-feira, para participar do treino no sábado, mas ele não compareceu ao treinamento. O São Paulo resolveu multá-lo e o deixou no banco de reservas, contra o Botafogo pelo Brasileiro.

Já em janeiro, Cueva se reapresentou em seis dias de atraso. O motivo, segundo ele, seriam campanhas publicitárias no país natal. Desta vez, o jogador chegou a comunicar a diretoria, mas não foi o suficiente. Raí, diretor executivo, o reprendeu na frente dos companheiros e chegou a afirmar que ele não estava comprometido com a agenda do clube.

RECUSA PARA JOGAR

Em janeiro de 2018, o São Paulo recusou uma proposta do Al Hilal, da Arábia Saudita, pelo peruano. Chateado com a recusa da oferta e com a condição de reserva, Cueva pediu para não ser relacionado para a partida contra o Mirassol, pelo Campeonato Paulista. O meia chegou a explicar em postagem na rede social, que não pediu para não ser relacionado, mas sim que, como estava na reserva, "não era tão importante para o time", por isso não iria viajar com a delegação.

POLÊMICA COM RODRIGO CAIO

Cueva também não se deu bem com os companheiros no Tricolor. Em setembro de 2017, o meia teve um entrevero com o zagueiro Rodrigo Caio. Após o empate por 2x2 contra a Ponte Preta no Morumbi pelo Brasileirão, o peruano disse aos jornalistas que questionassem Rodrigo Caio sobre o tropeço diante do time de Campinas. O episódio causou mal-estar no vestiário do clube, que estava em recuperação no campeonato. A irritação de Cueva com o zagueiro teve origem dois dias antes. Na ocasião, em entrevista coletiva, Rodrigo Caio cobrou o peruano publicamente, pela falta de desempenho e comprometimento com o time. Logo após, Cueva pediu desculpas ao companheiro.

VÍDEO POLÊMICO

No começo da temporada de 2017, um vídeo do jogador festejando e bebendo cerveja, caiu mal entre a torcida são paulina. Na época, o meia vinha e grande fase no tricolor, marcando gol decisivo contra o Corinthians. O vídeo foi vazado na véspera do clássico contra o Palmeiras, pelo Paulista. Rogério Ceni, treinador na ocasião, bancou a permanência do meia na partida, mesmo após a polêmica.

Outro episódio polêmico envolvendo redes sociais, aconteceu antes da partida contra o Sport, pelo Brasileiro. EM uma transmissão ao vivo no Instagram, Cueva cantou funk, se divertiu e "prometeu cerveja" caso a equipe ganhasse a partida contra os pernambucanos.

POLÊMICA NO SANTOS

Cueva chegou ao Peixe no começo desta temporada, prometendo evitar as polêmicas. Mas, em menos de dois meses no clube, o peruano se atrasou ao treino após uma folga. Como punição, Jorge Sampaoli, técnico santista, tirou o meia do confronto contra o América RN pela Copa do Brasil. Em nota oficial, o Santos afirmou que Cueva perdeu o voo de volta, chegando na terça-feira. Resta saber se esta será a primeira e última polêmica do jogador santista, ou se virão mais na carreira.

Esporte