PUBLICIDADE
Topo

Fora do Paulista, usado na Liberta: Hyoran volta a jogar após 130 dias

07/03/2019 08h32

Hyoran não foi inscrito no Campeonato Paulista, no qual são permitidos somente 26 jogadores, e pode atuar somente na Libertadores, por enquanto, onde há 30 vagas para cada time. E foi logo na estreia do Palmeiras na competição continental que o meia foi relacionado pela primeira vez, saindo do banco na vitória por 2 a 0 sobre o Junior Barranquilla, na Colômbia, para encerrar um período de 130 dias sem entrar em campo.

O camisa 28 não era utilizado pelo técnico Luiz Felipe Scolari desde 27 de outubro, quando atuou como titular e o tempo inteiro no empate por 1 a 1 diante do Flamengo, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro. Depois disso, sofreu com problemas físicos e perdeu tanto espaço que acabou não entrando na lista inicial do Estadual.

Na partida diante do Flamengo, o meia-atacante recebeu uma pancada na perna direita e passou a ser menos frequente nos treinos e nos jogos. Virou desfalque em cinco partidas e foi relacionado somente para as três últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, contra América-MG e Vitória, ambos no Allianz Parque, e diante do Vasco, no Rio de Janeiro, quando o clube assegurou a conquista do título nacional.

Independentemente dos problemas físicos, Hyoran perdeu espaço por não corresponder na função de substituir Dudu ou Willian no time alternativo que disputava o Brasileiro enquanto o Palmeiras seguia na Libertadores e na Copa do Brasil. Quando restou somente o Brasileiro na temporada, com calendário menos apertado, o camisa 28 já não atuaria tanto.

Para esta temporada, o jogador vindo da Chapecoense, já em sua terceira temporada no clube, viu concorrentes na posição como Raphael Veiga, de volta após empréstimo ao Athletico, e os recém-contratados Zé Rafael (ex-Bahia), Carlos Eduardo (ex-Pyramids, do Egito) e Felipe Pires (emprestado pelo Hoffenheim, da Alemanha) serem inscritos no Paulista. Restou a Hyoran a Libertadores, e uma surpreendente utilização nessa quarta-feira.

Depois de mais de quatro meses, Hyoran apareceu no banco enquanto foram cortados Raphael Veiga e Zé Rafael, seus concorrentes diretos, além do goleiro Prass e do volante Matheus Fernandes e do atacante Arthur Cabral, ambos recém-contratados. Chamou ainda mais atenção Hyoran ter entrado no lugar de Dudu, aos 27 minutos do segundo tempo.

Durante 22 minutos em campo, contando os acréscimos, o camisa 28, de acordo com o Footstats, deu seis passes, finalizou uma vez e cometeu duas faltas. Caso tenha agradado Felipão, poderá voltar a jogar na terça-feira, contra o Melgar, do Peru, no Allianz Parque, pela Libertadores, ou esperar o mata-mata do Campeonato Paulista, a partir do próximo dia 23, quando poderão ser feitas quatro trocas entre os inscritos na primeira fase.

Esporte