PUBLICIDADE
Topo

Mancini obtém feito que Jardine não conseguiu: ficar 2 jogos sem levar gol

Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

06/03/2019 09h18

Vagner Mancini diz que o São Paulo ainda tem muito a melhorar, mas já é possível notar evolução em ao menos um quesito: o time conseguiu emplacar duas partidas seguidas sem sofrer gol, contra Red Bull (0 a 0) e Bragantino (2 a 0), algo que não aconteceu sob o comando de André Jardine.

A defesa são-paulina não passava duas partidas ilesa desde outubro de 2018, no fim da passagem do uruguaio Diego Aguirre pelo Morumbi: 0 a 0 com o Atlhletico, no em casa, e 1 a 0 em cima do Vitória, no Barradão.

Depois disso, Aguirre dirigiu o time tricolor nos empates contra Flamengo (2 a 2) e Corinthians (1 a 1) e foi demitido. André Jardine assumiu para as cinco rodadas finais do Brasileirão e foi efetivado para 2019: durou 15 jogos, sendo que a defesa não sofreu gol em cinco, nunca em sequência.

Vagner Mancini, que dirigirá a equipe até a chegada definitiva de Cuca, estreou com derrota por 2 a 1 para o Corinthians. A partir do jogo seguinte, contra o Red Bull, implantou o esquema com três zagueiros. A expulsão de Gonzalo Carneiro logo na metade do primeiro tempo dificultou o jogo, mas Tiago Volpi trabalhou bem quando foi exigido e manteve o zero no placar.

Contra o Bragantino, o São Paulo foi pouco ameaçado. Jogou o primeiro tempo novamente com três zagueiros, mas Bruno Alves deu lugar a Diego Souza no intervalo e o time restabeleceu uma linha de quatro defensiva na vitória por 2 a 0.

Sábado, às 21h, no Pacaembu, o adversário será a Ferroviária. Mancini ainda não adiantou se usará três ou dois zagueiros. A última vez que a equipe superou a marca de dois jogos sem levar gols foi entre junho e julho de 2018, quando chegou a quatro: 0 a 0 com o Inter, 1 a 0 no Athletico, 3 a 0 no Vitória e 1 a 0 no Flamengo.

Esporte