PUBLICIDADE
Topo

'Paredão', trio de reforços em alta e atitude: a estreia do Fla na Liberta

05/03/2019 21h45

O Flamengo largou bem no Grupo D da Copa Libertadores, com uma vitória por 1 a 0 sobre o San José, da Bolívia. O triunfo passou pelas boas atuações dos reforços contratados para a temporada e pelas mãos de Diego Alves, que pegou tudo. O Rubro-Negro, que agora fará três partidas consecutivas pela chave no Rio de Janeiro, enfrenta a LDU na próxima quarta-feira, às 21h30.

Abaixo, a reportagem do LANCE! destacou os principais pontos da atuação do Flamengo nesta noite. Líder, o time de Abel agora aguarda a realização de LDU e Peñarol, que completam o Grupo D e duelam na quinta, em Quito, às 21h.

REFORÇOS COMANDAM A VITÓRIA

O Flamengo investiu mais de R$ 100 milhões para a temporada e, em seu primeiro desafio na Libertadores - principal objetivo do ano -, os reforços deram uma boa resposta. Bruno Henrique fez uma ótima partida, coroada com a assistência para o gol de Gabriel Barbosa, dono da camisa 9 da Gávea.

Lá atrás, quem se destacou foi Rodrigo Caio, que veio do São Paulo com status de titular. Ao lado de Léo Duarte, o camisa 3 fez uma apresentação segura, com oito rebatidas - algumas delas essenciais - e 11 passes certos e nenhum errado.

O 'PAREDÃO' DIEGO ALVES

Diego Alves foi outro grande responsável pela vitória rubro-negra no Estádio Jesús Bermúdez, em Oruro. O goleiro rubro-negro fez nove defesas, segundo o site Footstats, sendo três, ao menos, de grande dificuldade. Com merecimento, o camisa 1 do Flamengo foi eleito o "Homem do Jogo" pela Conmebol.

ESPÍRITO E POSTURA DE LIBERTADORES

Abel Braga chegou ao Rubro-Negro com a missão de dar ao time uma nova postura em campo, o que, na visão de alguns membros da diretoria e da própria torcida, faltou ao clube nas últimas temporadas. Contra o San José, os jogadores apresentaram a atitude desejada, com muita entrega e vibração.

ARRASCAETA ABAIXO DO NÍVEL DOS COMPANHEIROS

Se Rodrigo Caio, Bruno Henrique e Rodrigo Caio fizeram boas apresentações em Oruro, o meia Arrascaeta - um dos reforços para a temporada - foi discreto diante do San José, da Bolívia. Abelão o elogiou e o manteve entre os titulares pela terceira partida consecutiva, mas, sem brilho, o meia saiu no intervalo.

Os números do site Footstats comprovam a atuação discreta do meia uruguaio, que só trocou dois passes com Diego e outros dois com Gabigol, companheiros de ataque titular. O camisa 14 não encontrou Bruno Henrique em nenhuma oportunidade e acabou substituído com 13 passes certos e quatro errados.

O PRÓXIMO DESAFIO: LDU

Pelo Grupo D da Libertadores, o Flamengo volta a campo no próximo dia 13, quarta-feira. O duelo será contra a LDU, de Quito, pela segunda rodada e a primeira partida do clube pela Copa no Maracanã. Mais de 40 mil ingressos foram vendidos antecipadamente e a Nação comparecerá em grande número.

O rival equatoriano, contudo, ainda fará sua estreia na competição. Na quinta, dia 7, recebe o Peñarol, do Uruguai, no Estádio Casa Blanca, em Quito, às 21h.

Esporte