PUBLICIDADE
Topo

Apresentado no Timão, Méndez enaltece 'intensidade uruguaia'

05/03/2019 15h45

Momentos antes da representação do elenco, o Corinthians apresentou o zagueiro Bruno Méndez, na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. Na primeira aparição, o uruguaio foi direto nas respostas aos jornalistas ao comentar sobre a adaptação ao futebol brasileiro, chances entre os titulares, características e convocação para a seleção uruguaia.

- Já haviam comentado, então já sabia o que era o clube, o grande que é aqui, na América e em todo o mundo. Venho pelo desafio, sei que é bastante difícil jogar no futebol brasileiro, mas tratarei de me adaptar o mais rápido possível para poder estar às ordens do técnico - afirmou.

- Já estou adaptado em São Paulo, pelo menos já tenho o meu apartamento já e desde que cheguei falei com os estrangeiros, Romero, Sornoza, Mauro Boselli. Eles me dão uma mão para traduzir e para me mostrar o Brasil e contar sobre as experiências para me adaptar o mais rápido possível - completou.

Questionado sobre a titularidade, Méndez preferiu deixar a decisão para o técnico Fábio Carille e reconheceu que seria importante para a sequência dele na seleção uruguaia, seja com a principal com Óscar Tabárez ou sub-20.

- Vou dar o máximo em cada treinamento para estar às ordens do treinador - seja agora ou depois. Seria bom (por causa da seleção uruguaia) para chegar bem no Mundial (Sul-Americano Sub-20), mas isso cabe à decisão do treinador.

O novo reforço corintiano, que tem como referência Diego Godín, também falou como facilita o fato de Carille ter jogado na mesma posição quando atleta:

- É uma vantagem que o técnico tenha sido um defensor. O defensor moderno agora tenta manter a bola no chão, bem jogada e o que caracteriza o defensor uruguaio é a intensidade e a marca de agressividade, isso também vou tratar de fazer - encerrou.

Esporte