PUBLICIDADE
Topo

Mancini elogia Nenê e Diego Souza e diz: 'O futuro pertence ao futuro'

04/03/2019 11h30

Diego Souza e Nenê saíram do banco, participaram dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino e foram elogiados pelo técnico interino Vagner Mancini, mas ainda têm futuro incerto no São Paulo. Diego está na mira do Botafogo e Nenê é cobiçado pelo Fluminense.

- Foram importantes na nossa vitória. Eu não posso abrir mão de nenhum atleta. O que vai acontecer no futuro pertence ao futuro. Nesse momento eles são importantes, não só como foram nesse jogo, na armação das jogadas dos gols, como também dentro do vestiário. Não posso abrir mão da gestão do grupo, não posso abrir mão da importância que cada um tem. Mas a escolha de A, B ou C depende da minha ideia para cada jogo - explicou o interino, que elogiou também a disposição demonstrada por ambos.

- O nível (de comprometimento) pode ser avaliado pelo segundo tempo de hoje (domingo). Os atletas entraram e se dedicaram.

Diego Souza substituiu Bruno Alves no intervalo, quando Mancini resolveu desfazer o esquema com três zagueiros. Ele participou do primeiro gol da partida, escorando de cabeça a bola que acabou sobrando para Pablo finalizar dentro da área. Já Nenê, que substituiu Helinho e atuou mais aberto pelo lado esquerdo, cobrou o escanteio que resultou no gol de Arboleda e participou de outras duas boas jogadas.

Símbolos da equipe durante a boa fase no Brasileirão do ano passado, Nenê e Diego Souza têm sido bastante contestados pela torcida em 2019. O São Paulo, que precisa reduzir a folha salarial se quiser contratar reforços para o segundo semestre, não descarta liberar os dois, mas as propostas que chegaram até o momento não agradaram. Mancini ainda salientou que Cuca já está fazendo uma avaliação do grupo para decidir quem sai e quem fica.

- Isso (avaliação) está sendo feito pelo Cuca. Eu estou fazendo meu trabalho tentando gerar uma mudança de característica em relação àquilo que vi no começo do ano. É importante a gente mostrar dentro de campo para que a avaliação seja feita, não por mim, mas pelo Cuca - disse o interino.

Após duas partidas utilizado três zagueiros, Mancini deixou no ar a possibilidade de alterar o esquema para o jogo contra a Ferroviária, sábado que vem, no Pacaembu, e citou Nenê e Diego Souza como opções.

- Hoje entrou o Diego Souza, depois entrou o Nenê, o Jonatan Gómez... São atletas que contribuíram decisivamente na partida, não só nos gols, mas no desenrolar do jogo. Passam a ser opções também. Acho um pouco cedo que a gente já estipule que sistema vamos usar (no próximo jogo). Acho mais importante a gente viver esse bom momento, devolver tranquilidade ao atleta - disse Mancini.

Esporte