PUBLICIDADE
Topo

Monitorado dia a dia, Hernanes ainda busca a melhor forma no Tricolor

01/03/2019 08h00

Hernanes treinou com o elenco do São Paulo quarta e quinta-feira e pode reaparecer na equipe contra o Bragantino, às 17h de domingo, em Bragança Paulista, mas ainda não atingiu o ápice de sua forma física. Não está descartada a chance de ele ser relacionado e ficar como opção no banco, por exemplo. O ídolo é monitorado diariamente e tudo depende de sua reação a cada treinamento.

O Profeta fez sua última partida pelo Hebei China Fortune em 11 de novembro de 2018 e só voltou a jogar em 10 de janeiro de 2019, pela Florida Cup, contra o Eintracht Frankfurt (ALE). Ele atuou por 45 minutos nesta partida e mais 45 contra o Ajax (HOL), dois dias depois, quando até marcou um gol, mas comunicou aos profissionais do São Paulo que não estava se sentindo bem fisicamente.

As avaliações feitas pelo Tricolor no retorno ao Brasil mostraram que o risco de lesão era grande, e por isso ele ficou fora das três primeiras rodadas do Paulistão. O ideal era que a pré-temporada particular de Hernanes durasse até mais tempo, mas havia a urgência de tê-lo nos mata-matas contra o Talleres.

Por isso, o meia de 33 anos foi utilizado em seis partidas seguidas, em busca de ritmo de jogo e evolução física. Ele marcou o golaço que decidiu a vitória por 1 a 0 sobre o São Bento, mas esteve bem abaixo do nível técnico habitual. Só jogou os 90 minutos no jogo de volta contra o Talleres (derrota por 2 a 0 que tirou o clube da Libertadores) e no clássico contra o Corinthians (outra derrota, desta vez por 2 a 1). Depois, o físico voltou a cobrar.

Hernanes reclamou de uma tendinite na perna direita durante a semana passada e, mesmo que o problema não fosse grave, ficou fora do empate sem gols com o Red Bull. Já sem a urgência da Libertadores, o São Paulo tem aproveitado as semanas livres - serão quatro ao todo, restam mais três - para que o ídolo intercale trabalhos físicos e técnicos.

A ideia é que ele vá ganhando ritmo nessas quatro rodadas finais da primeira fase do Paulistão e esteja bem para os mata-matas - para isso, será preciso voltar à zona de classificação, já que hoje o Tricolor é terceiro colocado do Grupo D.

Esporte