PUBLICIDADE
Topo

Após início de boa sequência, Náutico ganha semana livre para treinos

01/03/2019 10h58

Nada melhor do que, depois de cair para o arquirrival na Copa do Brasil, engatar duas vitórias nos dois jogos seguintes do estadual para retomar a confiança e amenizar o clima. Foi isso que fez o Náutico com os triunfos sobre o Afogados e, na última quinta-feira (28), diante do Salgueiro no Aflitos.

Agora, a equipe ganhou um tempo inédito nesse início de temporada para conseguir, além de recuperar atletas lesionados como são os casos do lateral Assis e do atacante Wallace Pernambucano, treinar e corrigir principalmente os erros do sistema defensivo do Timbu.

Quem ficou bastante feliz com a possibilidade de ter mais tempo principalmente para os treinos foi o técnico Márcio Goiano. Pontuando que, na medida do possível, ele tentou no trabalho em conjunto com a comissão técnica equilibrar a carga nas opções que tem no plantel justamente com receio de contusões.

- Nos últimos 30 dias fizemos sete jogos e apenas dez treinamentos com os jogadores que foram para as partidas. O Luiz Henrique foi quem mais jogou. Ao todo foram 13 jogos. Há outros jogadores com sete, oito, nove jogos. De uma certa forma tentamos controlar de uma melhor forma possível em função de evitar lesões - analisou o treinador.

Goiano também acrescentou que o momento é de se concentrar no compromisso que o Náutico terá diante do Sampaio Corrêa em Recife pelo Nordestão no dia 7 de março bem como dar um período de descanso aos atletas:

- Lógico que temos que aproveitar essa semana, mas nesse momento os jogadores precisam também de uma folga. Vamos estudar uma situação que fique boa para todo mundo e a gente vai continuar trabalhando e pensando já no próximo adversário, que é pela Copa do Nordeste. Nós precisamos vencer esse jogo para a gente entrar nessa briga dos quatro para a classificação no final.

Esporte