PUBLICIDADE
Topo

"TV deveria falar menos do VAR e mais dos presos políticos", diz Piqué

Após eliminar o Real em pleno Santiago Bernabéu, Piqué criticou postura da imprensa de Madri - Oscar Del Pozo/AFP
Após eliminar o Real em pleno Santiago Bernabéu, Piqué criticou postura da imprensa de Madri Imagem: Oscar Del Pozo/AFP

28/02/2019 10h42

O Barcelona venceu o Real Madrid por 3 a 0, em pleno Santiago Bernabéu, nesta quarta-feira (27). Após a partida, Piqué falou sobre diversos assuntos relativos ao jogo, mas também chamou atenção para a situação política da Catalunha. Para o zagueiro, a mídia espanhola, mais precisamente a de Madri, deveria se concentrar mais na situação dos presos políticos da região do que em questões do futebol, como o árbitro de vídeo.

"Se as emissoras de televisão espanholas que estão aqui (em Madri) gastassem um pouco mais de tempo cobrindo o julgamento dos prisioneiros políticos, que é muito injusto - para que as pessoas possam ver o que realmente está acontecendo -, ao invés de falar do VAR, talvez o país estivesse um pouco melhor", disse o jogador. 

Pelo menos nove catalães foram presos acusados de rebelião e por tentar arquitetar uma declaração de independência da Catalunha, entre eles o candidato a presidente da região, Jordi Turull. O ex-presidente do Parlamento catalão, Carme Forcadell e outros três ex-ministros do Executivo catalão também tiveram a prisão preventiva declarada.

As prisões tiveram um efeito imediato na população. Milhares de manifestantes foram às ruas da Catalunha para protestar e as manifestações foram organizadas pela Assembleia Nacional Catalã e pelos Comitês de Defesa da República (CDR).

A situação também conta com exilados. Marta Rovira, uma das líderes separatistas, ignorou a sentença do Supremo espanhol e anunciou que vai deixar a Espanha. Outros quatros membros separatistas estão foragidos.

O Parlamento catalão tenta formar um novo governo desde as últimas eleições regionais, realizadas em dezembro. Na ocasião, os independentistas garantiram maioria absoluta. As eleições foram feitas após o governo espanhol destituir o presidente regional, Carles Puigdemont, que declarou a independência da Catalunha.

Análise da vitória

Em relação à partida, o zagueiro classificou a vitória como "muito importante e contundente" e que acredita que algo semelhante "nunca acontecerá novamente na história da Copa do Rei". "O primeiro tempo foi deles, mas nós aproveitamos bem os espaços na segunda metade e conseguimos o triunfo e a vaga. É muito bom passar assim para a final. Celebramos demais porque ganhar aqui e chegar a uma final é sempre uma felicidade." 

Piqué, no entanto, não se esqueceu do clássico que acontecerá no próximo sábado (2), válido pelo Campeonato Espanhol. "Foi uma partida complicada e eles não estão tão atrás de nós. Não podemos relaxar agora porque jogaríamos mal no sábado. Nós estamos passando de fase bem, que era complicada. Nem sempre podemos jogar bem, mas conseguimos superar essas partidas e esperamos um bom resultado no próximo clássico", declarou. 

Líder do Espanhol com 57 pontos, o Barcelona está nove pontos à frente do Real, terceiro colocado, com 48; o vice é o Atlético de Madri, com 50. 

Esporte