PUBLICIDADE
Topo

'Espero que a má fase tenha acabado': Borja recebe apoio do elenco

28/02/2019 10h00

Borja voltou a marcar depois de passar quatro jogos em branco e ganhou apoio de seus companheiros no Palmeiras. Após a vitória sobre o Ituano, o zagueiro Antônio Carlos contou uma conversa que teve com o colombiano e Carlos Eduardo, dois jogadores que não viviam bom momento.

- É trabalho. Falei para ele e para o Carlos Eduardo que não há fase ruim que não acabe. Espero que tenha acabado a fase ruim do Borja e depois deste gol ele vai recuperar a energia e vai nos ajudar bastante - afirmou o zagueiro.

O colombiano fez gols nos seus dois primeiros jogos, contra Red Bull e São Caetano, mas depois disso não conseguiu ir às redes contra Corinthians, Bragantino, Ferroviária e Santos. O jejum fez as críticas da torcida se intensificarem, ainda que ele seja o artilheiro da equipe em 2019, com três gols.

No clássico, Borja perdeu um gol sem goleiro e contra o Ituano havia desperdiçado também uma boa chance. Quando Ricardo Goulart lhe ajeitou a bola com o peito, porém, não falhou. Na comemoração, foi abraçado por seus companheiros, inclusive os reservas. Felipão, depois, fez elogios ao camisa 9.

- Não me preocupo que a torcida se irrite. O jogador que pode errar é o que faz o gol no momento seguinte e é aplaudido. Tenho de me preocupar se está dando o máximo para a equipe, e o Borja estava dando. Conseguiu fazer o terceiro gol. Ele vem trabalhando bem e não tem o que cobrar, a não ser em determinados momentos possa ter finalização melhor - afirmou.

Com Deyverson suspenso e Arthur Cabral fora da lista de inscritos do Paulista, Borja é basicamente a única opção na posição no Estadual. Ainda que Ricardo Goulart tenha atuado a metade final do segundo tempo mais adiantado, Felipão já disse que não está nos planos improvisar o camisa 11.

Esporte